Pesquise neste blog

Carregando...

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

CENTRO PARA DEPENDENTES QUÍMICOS FEZ MAIS DE 1,8 MIL ATENDIMENTOS NESTE ANO


Centro de Atenção Psicossocial-Álcool e Drogas de Sobradinho II recebe, principalmente, usuários encaminhados pela Justiça para tratamento

Mais de 1,8mil atendimentos foram realizados este ano no Centro de Atenção Psicossocial para Álcool e outras Drogas (Caps-ad) de Sobradinho II, que serve de referência para a cidade e também para Sobradinho, Planaltina e Fercal.

“Após ser pego com drogas ilícitas, o usuário não é preso, mas sabe que isso é ilegal. Ele assina um termo circunstanciado e deve participar de programas e cursos como medida socioeducativa. E é aí que entramos”, explicou a psicóloga do Caps-ad de Sobradinho II, Cláudia Feres.

O atendimento na unidade envolve desde o acolhimento e avaliação até um plano terapêutico individual, de acordo com o padrão de uso de drogas da pessoa: dependente, usuário abusivo ou circunstancial.

De acordo com Cláudia Feres, o objetivo do centro é apoiar o usuário compulsivo de drogas e o dependente químico para que ele não retome o vício. A equipe de atendimento conta também com assistentes sociais e pedagogos.

Segundo Caps-ad a começar a funcionar no Distrito Federal, em 2006- o primeiro foi inaugurado no Guará, em 2004-, a unidade pública de Saúde tem parceria com o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, que encaminha usuários para tratamento.

O participante tem de quatro a cinco encontros por mês, em grupos de 10 a 20 pessoas e a participação do dependente químico é obrigatória, conforme o termo que é assinado na Justiça.

“Motivamos a pessoa a ter um reflexo sobre sua relação com a substância e, quando ela realmente faz parte da vida da pessoa, oferecemos tratamento. Já tivemos muitos resultados positivos”, destacou o gerente da unidade, Luiz Felipe Castelo Branco.

Além do atendimento a pacientes encaminhados pelo poder Judiciário, o centro está aberto a qualquer pessoa que tenha interesse no tratamento contra a dependência química.

Os interessados devem procurar a unidade de saúde, que fica no Brasília Centro Médico, Área 17, Chácara, 14, em Sobradinho II, e funciona todos os dias das 7h às 18h.

Fonte:  Sedest/ Foto: Pedro Ventura


Nenhum comentário: