Pesquise neste blog

terça-feira, 3 de setembro de 2013

ARTIGO: UM PASSADO HISTÓRICO


·        Olavo da Silva Aguiar
·         
É comum passar despercebido pela sociedade à eficiência e o valor da policia militar no combate ao crime e na manutenção da ordem pública. Em 12 de maio de 1808, foi criado por D. João VI, a Divisão Militar da Guarda Real de Policia. Portanto, 204 anos de existência. Vidas protegendo vidas, dedicando-se a manter a ordem e a segurança pública deste pais.

A polícia Militar sempre teve parte ativa em todos os acontecimentos marcantes de nossa historia. Portanto, os guardiões da moralidade e da paz.

O seu passado histórico constitui verdadeiro repositório de paginas autenticas de bravuras, de heroísmo e dedicação à sociedade e à pátria.

A presença de um policial fardado nos da à sensação de segurança, mas nem sempre isso é verdadeiro. Infelizmente, em todos os seguimentos da sociedade, existe os maus profissionais.

O mau policial acaba denegrindo o nome da instituição, dificultando e até impedindo a manutenção da ordem e da paz.

IMPUNIDADE

Já é tempo da justiça retirar a venda dos olhos para que possa ver bem de perto o que está acontecendo. Milhares de criminosos estão em liberdade, praticando os mais hediondos crimes, ceifando vidas preciosas, desestruturando famílias e se refugiando no submundo da impunidade. Tornando assim desestimulante e até inoperante a ação policial.

A polícia prende a justiça solta.

Até parece que a vida não vale mais nada.

Total omissão do Estado. A impunidade e a corrupção estão acabando com a segurança do Brasil.

Quantas famílias têm como companheira a dor eterna pela perda de seus entes queridos, assassinados brutalmente. Acordem autoridades.

Nós acreditamos no trabalho das policias: civil e militar não deixando nossa cidade virar refugio de bandidos. Assim, poderá transformar as selvas de pedra de nossa cidade em verdadeiros jardins de convivência humana. E que todos nós possamos empunhar as bandeiras da justiça e da paz.

“A impunidade é a morte da credibilidade da justiça brasileira.”


Por Olavo da Silva Aguiar- Pioneiro, ex-presidente e fundador da ACIS - Associação Comercial e Industrial de Sobradinho, Empresário aposentado e colabora com o Jornal de Sobradinho.


Nenhum comentário: