Pesquise neste blog

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

SOBRADINHO: ENDEREÇOS DE PRESTADORES DE SERVIÇO DE DEPUTADOS NÃO CORRESPONDEM


·        
Rita Yoshimine



O Supremo Tribunal Federal abriu inquérito para investigar se houve fraude no uso da verba de gabinete do deputado federal Jorge de Oliveira, o Zoinho, no aluguel de carros. O caso foi mostrado pelo Fantástico no último domingo (1). O Bom Dia Brasil traz novas denúncias. Há indícios de novas irregularidades.

Uma empresa de locação de veículos que atende a 23 deputados federais, funciona na casa do proprietário. A frota fica espalhada por Brasília.

É em um endereço na cidade de Sobradinho, a 25 km de Brasília, que funciona a sede da ARL Barros. “Funciona aqui na minha casa. Inclusive tenho alvará de funcionamento. Tenho tudo”, justifica Parmênio Francisco Coelho Serra.

De 2010 para cá, a empresa prestou serviço para 23 deputados federais, que, juntos, gastaram mais de R$ 1,3 milhão com aluguel de carros. E onde estão os veículos?
“Está espalhada a frota, mas se você quiser, eu te levo te mostro alguns carros meus”, diz Parmênio.

Nossa equipe segue o empresário. Mas no meio do caminho, ele muda de ideia.
Outro homem, antigo agente de locação, faz uma outra denúncia. Em muitos casos, o valor cobrado pelo aluguel é uma espécie de financiamento que permite ao parlamentar ficar com o carro no fim do mandato: "Normalmente coloca valor a mais para não dar problema. Se custa R$ 3 mil, eles colocam valor lá de R$ 5 mil, R$ 6 mil. A pessoa teve o lucro do carro dele que alugou e o locatário ficou com o carro. Não é muito complicado o procedimento".

Suspeitas de irregularidades no aluguel de veículos por parlamentares foram mostradas Pelo Fantástico no último domingo (1). Vinte e um estão sendo investigados pelo Tribunal de Contas da União, que quer saber como está sendo usada a verba destinada para as atividades parlamentares.

A reportagem mostrou o caso do deputado Assis carvalho, do PT do Piauí. Entre março e julho de 2013, ele gastou R$ 50 mil com uma empresa de aluguel de carros, cujo endereço leva a uma padaria.

O Bom Dia Brasil foi a outros dois prestadores de serviço do deputado, em Teresina. A assessoria de imprensa funciona em uma casa de eventos. Sem gravar, a dona disse que tem autorização para prestar fazer a assessoria. O escritório de advocacia fica em uma loja de cosméticos.

Assis Carvalho foi procurado por nossa reportagem durante todo dia. Disse que ia gravar entrevista, mas, à noite acabou desistindo.

Outro deputado mostrado pelo Fantástico, Jorge de Oliveira, o Zoinho, também disse que faz tudo dentro da lei e que não fiscaliza onde funcionam as empresas contratadas por ele. A que aluga carros recebeu mais de R$ 40 mil. No endereço, existe uma ONG especializada na profissionalização de jovens.

“Dizer para você que sou 100% honesto, acho que honesto só  Jesus Cristo. Mas eu procuro sempre fazer as coisas com transparência”, diz Zoinho.

A pedido da Procuradoria Geral da República, o Supremo Tribunal Federal abriu inquérito para investigar o deputado Zoinho sobre a suspeita de gastos irregulares com o aluguel de carros. Agora, o Ministério Público vai pedir informações à Câmara dos Deputados sobre valores reembolsados pelo parlamentar desde janeiro de 2011, e ainda vai visitar as empresas e ouvir testemunhas.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo ALVES, disse que vai tomar providências quanto às despesas de todos os deputados.  “Vamos tornar mais rigorosa ainda a fiscalização nesse aspecto da diretoria geral da câmara dos deputados”, garantiu.
A verba para as atividades parlamentares, que inclui o aluguel de carros, varia, por deputado, de R$ 25 mil a R$ 37 mil, por mês. Essa variação depende do estado.


Por Rita Yoshimine/Brasília, DF – Globo/Bom Dia Brasil

Nenhum comentário: