Pesquise neste blog

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

SEGURANÇA: MULHER QUE ESTAVA SEQUESTRADA HÁ DUAS SEMANAS É RESGATADA EM ÁGUAS LINDAS


Houve troca de tiros entre a polícia e os bandidos e um dos policiais acabou ferido próximo ao olho. Mulher foi encontrada acorrentada


Cativeiro onde a mulher estava em cárcere privado

Uma mulher de 45 anos foi resgatada, na manhã de quinta-feira (3/10), por policiais da Divisão de Operações Especiais (DOE) e da Delegacia de Repressão a Sequestros (DRS). A equipe estourou o cativeiro, localizado na cidade de Águas Lindas, no Entorno do Distrito Federal, por volta das 4h. Durante o confronto com os bandidos houve troca de tiros e um policial, identificado com Marcelo Macintyre, ficou ferido. Três suspeitos foram presos.


A vítima, moradora de Sobradinho, estava em poder dos sequestradores desde 20 de setembro, quando foi rendida em um supermercado no fim da Asa Norte. No mesmo dia da abordagem, a DRS assumiu o caso, pois já acreditava que se tratava de um sequestro e não de um desaparecimento.


Perícia identifica as marcas de tiros que acertaram a parede



Para libertá-la, os criminosos haviam pedido um resgate no valor de R$ 200 mil. Segundo os policiais, ela foi encontrada acorrentada. A vítima está sendo ouvida pela polícia.

No momento da invasão, os bandidos atiraram contra os policiais e Marcelo foi atingido próximo ao olho esquerdo. A bala partiu de dentro da casa, atravessou uma porta, a viseira do capacete dele e o estilhaço do projétil ficou alojado no olho esquerdo.

Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Base, onde foi submetido a uma cirurgia para retirada da bala e para reconstituição do osso da face. O quadro do policial é estável e ele está fora de risco. Os médicos aguardam a evolução do quadro para constatar se a visão dele ficará comprometida ou não, avaliação que será feita por um oftalmologista.

Marcelo passou recentemente por um treinamento de operações especiais na Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), no Rio de Janeiro, onde ficou em primeiro lugar. O secretário de segurança do DF, Sandro Avelar, esteve no hospital, mas não pôde conversar com Marcelo, que está em uma sala pós-operatória. Avelar conversou com outros policiais, que relataram como ocorreu a operação.



Durante a troca de tiros, um policial foi atingindo com um tiro no rosto

Por Mara Puljiz,Thalita Lins,Amanda Maia,Luiz Calcagno, Ariadne Sakkis – Correio Braziliense

Nenhum comentário: