Pesquise neste blog

domingo, 8 de dezembro de 2013

O SAMBA


De que linhagem é o samba
De onde vem esse jeito maroto
De se comunicar
Brilhante em letra e música
Que desvenda mistérios
Tradutor de almas
Que consegue ser popular
Simples e sofisticado
Ao se manifestar
Tudo se transforma em poesia, crônicas
Entra e sai de qualquer estrutura
Com o gigantismo e a beleza de sempre
Dor e alegria se misturam
Com fervor de felicidade
Um jeito engraçado de discorrer
Sobre as coisas do amor
Das histórias de vida
De gente humilde, criativa e talentosa
O samba é mais que linhagem
É a célula mãe
Que faz brotar todos os ritmos
Todos os acordes, sincopados
Com a simetria necessária, na medida certa
Chega e não chega
Vai ou não vai
Quando pensam que foi, já voltou
Agoniza, mas não morre
Aparece com mais força
É único, em forma, verso e prosa.


Gerigeo

Nenhum comentário: