Pesquise neste blog

segunda-feira, 31 de março de 2014

ACHO QUE ESTA CHEGANDO A HORA !



E quando me encontrar, 
Silenciosa a me esperar, 
Conte-me apenas o que necessário saber,
Se puder mentir que minta,
  
Oculte alguns fatos dessa vida,
Que me deixe curioso pelo que ainda terei por vir,
Me mostre quem foram meus amigos, 
E a felicidade dos meus inimigos,
Oculte as lagrimas daqueles que tanto amo,
Esconda os gritos de dor e sofrimento daqueles que ficam,
Se puder minta que serei único onde está a me guiar,
E assim seguirei tranqüilo,
  
Não deixe que as lagrimas me faça arrepender de partir,
Que o sofrimento dos que ficam me prendam aqui,
Mas quando me encontrares
Assim silencioso,
  
Deixe que eu termine minha ultima poesia,
Que possa dizer o que nunca tive coragem a quem um dia amei,
Que aqueles que ficarem apenas com as poucas linhas restantes,
Possa poder apreciar que vivi como aquelas poucas linhas,
  
Que eu possa ocultar a dor do meu corpo,
O sofrimento da minha alma, 
Os gritos de socorro, 
E possa partir silenciosamente como o meu ultimo ponto final.


Por  Daniel de Oliveira Atta, Advogado, escritor, Poeta e Colaborador do Jornal de Sobradinho


Nenhum comentário: