Pesquise neste blog

segunda-feira, 28 de abril de 2014

CIDADE: Práticas Integrativas são oferecidas em Sobradinho



(*)  Patrícia Figuerêdo



Melhora na autoestima, no equilíbrio e na flexibilidade são alguns dos benefícios trazidos pelas Práticas Integrativas em Saúde (PIS). O objetivo das atividades é promover alternativas inovadoras que contribuam socialmente para o desenvolvimento da comunidade. As práticas são oferecidas em vários dias da semana em diversas coordenações de saúde, uma delas é Sobradinho.

A coordenadora regional das práticas integrativas na cidade, Celma dos Santos, explica que os exercícios servem para trazer harmonia, qualidade de vida e socialização das pessoas. “Podemos perceber mudanças físicas, espirituais e sociais nos praticantes”, aponta. Segundo ela, com exceção da acupuntura e homeopatia, o acesso às demais PIS não tem limitações. “Basta aparecer nas rodas de encontro. Quanto mais gente, melhor”, destaca.

Automassagem, Fitoterapia, Homeopatia, Lian Gong, Shantala e Terapia Comunitária são modalidades oferecidas em Sobradinho. Implantadas na Secretaria de Saúde do Distrito Federal desde 2006, já são oferecidas gratuitamente por 48% das unidades assistenciais da rede do Serviço Único de Saúde do DF (SUS-DF). A meta é de que até 2015, sejam alcançadas 80% das unidades.

Segundo a Gerência de Práticas Integrativas em Saúde (Gerpis), os profissionais concursados como médicos homeopatas e acupunturistas, e os que tenham formação ou habilitação específica em alguma das práticas podem atuar com PIS na SES-DF. Essas pessoas são chamadas de facilitadores.

A enfermeira e facilitadora Nívia Gláucia de Morais conta sobre o trabalho realizado. “É muito gratificante ver a integração dos alunos. Há um ganho visível, principalmente na autoestima dessas pessoas”, relata. Segundo ela, não há dinheiro que pague o carinho com que é recebida nos encontros. “É o que chamo de salário afetivo”, diz.

O administrador de Sobradinho Márcio Guedes elogia a implantação das PIS. “É uma iniciativa importante para trazer mais qualidade de vida e melhorar a saúde das pessoas, pois integra o físico, afetivo e mental”, destaca.

Grupos de encontro
  
A aposentada Maria do Socorro Rosa, 74 anos, frequenta aulas há mais de um ano. “Eu tinha uma dor nos meus braços, punhos e joelhos, mas com as atividades fiquei ótima”, conta.

Para a dona de casa, Edna de Souza, 41 anos, o dia de encontro do grupo é um momento de alegria. “Às vezes a gente chega triste, mas a tristeza logo vai embora”, diz. Edna destaca que quando não faz os exercícios sente falta. “Aqui a gente esquece os problemas e as dores passam”, desabafa.

O maior público é formado por mulheres e idosos. Segundo a coordenadora Celma dos Santos, a automassagem é a modalidade com maior público que abrange cerca de 40 pessoas na cidade serrana.

  
*Para informações adicionais sobre as atividades, a Gerência de Práticas Integrativas em Saúde (GERPIS) atende pelo número: 3348-6191.

Confira locais e horários para práticas em Sobradinho e Sobradinho II clique aqui.


Por Patrícia Figuerêdo

Nenhum comentário: