Pesquise neste blog

quinta-feira, 17 de abril de 2014

SAÚDE: Tabagismo é causador de Doenças Pulmonares Crônicas



80% dos pacientes são fumantes

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é lenta e frequentemente se inicia com discreta falta de ar, associada a esforços como subir escadas, andar depressa ou praticar atividades esportivas. No entanto, com o decorrer dos anos a falta de ar vai se tornando mais intensa e surge depois de esforços cada vez menores. Já nas fases mais avançadas a falta de ar se manifesta mesmo com o paciente em repouso e agrava-se muito diante das atividades mais corriqueiras.

A DPOC está intimamente ligada ao tabagismo. De acordo com o coordenador de Pneumologia da SES/DF, João Daniel, 80% dos pacientes que possuem a doença são fumantes. ”Isso é porque a fumaça inalada provoca inflamação pulmonar, causando a obstrução dos brônquios e a destruição dos alvéolos, responsáveis pelas trocas gasosas”, disse o coordenador. Caso o paciente já tenha desenvolvido a DPOC, a doença poderá não progredir com a retirada do cigarro e o tratamento correto.

A maioria das pessoas com a doença tem uma combinação das seguintes condições: bronquite crônica, que envolve tosse prolongada com secreção, e enfisema que implica na destruição dos pulmões ao longo do tempo.

Tratamento

O paciente que possui os sintomas da DPOC deve realizar uma consulta com um clínico na Unidade de Saúde mais próxima de sua residência e pegar encaminhamento para um pneumologista. Os hospitais da rede pública que possuem essa especialidade são: Hospital de Base do Distrito Federal, da Asa Norte (HRAN), Sobradinho, Gama, Taguatinga, Ceilândia, Paranoá e Santa Maria.

Segundo a coordenadora de Pneumologia do HBDF, Margarete Zembrzuski, “a unidade de Pneumologia do hospital atende uma média de 350 pacientes por mês”.

Parar de fumar é a única forma de impedir o avanço dessa doença que demora cerca de 20 anos para se instalar completamente no organismo. Exatamente por isso, quando os sintomas aparecem, as pessoas acreditam ser apenas sinais de envelhecimento.

Drogas broncodilatadoras e os anticolinérgicos estão indicados para aliviar os sintomas associados à produção e eliminação das secreções. Fumantes e ex-fumantes devem ficar atentos a qualquer sinal de falta de ar e procurar um especialista logo que apresentarem os primeiros sintomas.


Fonte : Bianca Lima, da Agencia Saúde DF/ Foto:  divulgação

Nenhum comentário: