Pesquise neste blog

quinta-feira, 24 de julho de 2014

SEGURANÇA: Após 5 meses de investigação, polícia desarticula associações criminosas



Todos os suspeitos tinham passagens por homicídios, associação ao tráfico de drogas e porte ilegal de armas

A Polícia Civil desarticulou duas associações criminosas para o tráfico de drogas que atuavam em Sobradinho 2, na manhã desta quinta-feira (24/7). Doze homens e duas mulheres foram presos. A ação cumpriu mandados de busca e apreensão e prendeu os suspeitos em casa.

Com os suspeitos, a polícia apreendeu dois tabletes de maconha, uma pedra grande de crack e dinheiro. Conhecidas como AR7 e AR9, as gangues brigavam por território e se organizaram em função da venda de cocaína, crack e maconha. Segundo informações da Polícia Civil, todos os suspeitos presos têm passagens pela polícia por crimes variados como associação para o tráfico de drogas, homicídio e porte de armas.

Segundo o delegado-chefe da 35ª DP, Rogério Henrique Rezende Oliveira, a venda de drogas era altamente lucrativa. "De ontem para hoje, o grupo R7 havia movimentado R$ 3 mil", disse. As investigações e monitoramento do grupo ocorriam desde março.

Na manhã de ontem, a Polícia Civil também desarticulou duas gangues que atuavam em São Sebastião. Ao todo, 15 adolescentes foram apreendidos suspeitos de se envolverem em atos infracionais análogos aos crimes de roubo, furto, homicídio, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

De acordo com a titular da Delegacia da Criança e do Adolescente 1, Mônica Ferreira, em cinco anos, os suspeitos teriam se envolvido em 30 homicídios entre integrantes das gangues, motivados por disputas de território.


(*) Fonte Correio Braziliense

Nenhum comentário: