Pesquise neste blog

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

EMPREENDEDORISMO: Empresário conversa sobre mercado imobiliário de Sobradinho


Segundo ele, o foco tem de ser no atendimento ao cliente


Diógenes Silveira de Oliveira é morador de Sobradinho há mais de 40 anos

Morador de Sobradinho há mais de 40 anos, Diógenes Silveira de Oliveira desenvolveu diversas atividades empresariais no comércio da cidade. Sempre empreendedor, seu foco principal é o bom atendimento ao cliente.

De acordo com ele, um cliente satisfeito sempre indica a empresa a conhecidos. “Na atividade de prestação de serviços temos sempre que estar inovando, buscando corrigir possíveis falhas e buscar a implementação de alternativas que gerem o bom atendimento”.
Alessandra, Diógenes ao lado da Gerente Geral da Caixa Econômica Federal de Sobradinho - 
Elara Cristina Silva Pallavicini

A Diógenes Imóveis veio de uma ideia há 13 anos, onde os irmãos Diógenes e Alessandra ( foto) buscavam uma atividade que pudessem desenvolver a prestação de serviços. Com isso, identificaram que a população de Sobradinho carecia de uma empresa com atendimento diferencial, que tivesse foco no cliente e não somente nos produtos comercializados.

Assim, ao longo do tempo, segundo Diógenes, a empresa adquiriu uma característica peculiar. “As pessoas entram como clientes e saem como amigos. Isto mostra que os relacionamentos interpessoais viraram uma grande marca da nossa empresa e estamos empenhados em aprimorar ainda mais os serviços oferecidos. Estamos alinhando crescimento com qualidade, procurando ser eficientes e eficazes”.

Mercado imobiliário em Sobradinho


Na visão da Diógenes Imóveis, a região de Sobradinho tem uma característica que a destaca das outras cidades satélites do Distrito Federal, que é o “bairrismo”. “Os moradores no modo geral são barristas em relação a novas situações e isso faz com que a população não mude de endereço”, acrescentou o empresário.

Conforme informou Diógenes, o fato de os moradores fixarem suas raízes na cidade faz com que haja uma baixa disponibilidade de novos empreendimentos. Para ele, a baixa oferta de imóveis para venda acaba tornando o preço do metro quadrado superior a de outras regiões. “Podemos tomar como exemplo Águas Claras, que por ser uma cidade nova, tem a oferta de imóveis a um preço de metro quadrado inferior ao nosso”.

Melhorias

Diógenes Silveira recebendo a Gerente Geral da Caixa Econômica Federal de Sobradinho - Elara Cristina Silva Pallavicini

INFORME CEF

Segundo Elara Cristina - Gerente da CEF , hoje em Sobradinho já existem : 5 Correspondentes Totais (pagamentos, recebimentos, saques, depósitos, abertura de conta, empréstimos, cartão de crédito)
6 Correspondentes Negociais (abertura de conta, empréstimos, cartão de crédito)
8 Lotéricas.

Com a intenção de melhorar ainda mais a Diógenes Imóveis, o empresário afirma que ampliou a parceria com a Caixa Econômica Federal, pois, além de aprovação da carta crédito habitacional, abertura de contas, empréstimos consignado e consórcio, iniciaram os serviços de conveniência bancária. “Procuramos diversificar nossos serviços em razão de oferecer ao morador mais opções. Além da compra, venda e aluguel de imóveis, disponibilizamos ainda administração de condomínios, construção e reforma”, concluiu.



Por Jr Nobre/Higor Sousa - Jornal de Sobradinho / Foto: Jr. Nobre/JS

Nenhum comentário: