Pesquise neste blog

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Ministério Público vai discutir problemas do Caic em Sobradinho



Colégio teve Índice de Desenvolvimento da Educação Báscia (Ideb) abaixo do ideal nas últimas avaliações

Falta de livros, infraestrutura precária, carência de professores, más condições das salas de aula e dos banheiros. Os problemas enfrentados diariamente pelos alunos do Centro de Atenção Integral à Criança Júlia Kubitschek de Oliveira (Caic), em Sobradinho, será tema de um audiência pública promovida pelo Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) em 1º de outubro.

Convocada pelas promotoras de Justiça Márcia Pereira da Rocha e Cátia Gisele Martins Vergara e pela procuradora da República Luciana Loureiro Oliveira, o encontro vai debater diagnósticos do inquérito civil instaurado pelo MPDFT e pelo Ministério Público Federal (MPF) em maio.

A investigação analisa, inicialmente, quatro escolas públicas que alcançaram Índice de Desenvolvimento da Educação Báscia (Ideb) abaixo do ideal nas últimas avaliações: Caic Júlia Kubitschek, centros de ensino fundamental 507 de Samambaia e 11 de Taguatinga, e Centro Educacional 3 de Planaltina. Em comum, as escolas apresentam problemas estruturais, falta de infraestutura, de corpo docente, de computadores e de materiais para atender alunos deficientes.

O Conselho de Acompanhamento e Controle Social do Fundeb/DF, o Conselho de Alimentação Escolar do DF (CAE/DF), o Ministério Público de Contas do DF, representantes da Secretaria de Educação e a comunidade escolar foram convidados a participar do evento, marcado para começar às 19h. A audiência é aberta ao público e os promotores esperam que pais e alunos participem do ato para tentar encontrar soluções para os problemas apontados.

O Ministério Público pela Educação (MPEduc) marcará outras audiências públicas para discutir a situação dos outros colégios que tiveram baixo desempenho na avaliação.

Serviço

Local: Caic Júlia Kubitschek de Oliveira
Endereço: AR 13, conjunto 3, AE 1 - Sobradinho II
Data: 1º de outubro
Horário: 19h


Fonte: CorreioWeb

Nenhum comentário: