Pesquise neste blog

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

SAÚDE: DF ganha primeira UPA da região norte


Unidade tem 2,5 mil m² de área e conta com mais de 300 profissionais atendendo

 A população da região norte do Distrito Federal foi beneficiada, nesta quinta-feira (11), com a inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Sobradinho. A estrutura é a segunda maior do Brasil, com 2,5 mil m², e fica atrás apenas da de Ceilândia, que tem a mesma área, mas que foi aberta ao público primeiro.

“Estamos inaugurando a nossa sexta UPA. O objetivo dessa UPA é fazer o atendimento de urgência pré-hospitalar, diminuindo a demanda nas emergências”, frisou o Secretário de Saúde, José Bonifácio Alvim, acompanhado do ministro da Saúde, Arthur Chioro, e pelo secretário da Casa Civil, Swedenberger Barbosa.

Durante a visita de inauguração, o ministro da Saúde anunciou a liberação de R$ 14 milhões para a construção de quatro UPAs no Distrito Federal. O Secretario de Saúde, por sua vez, adiantou que serão construídas mais 14 UPAs em várias regiões administrativas.

“A nossa perspectiva é que com as seis UPAs que temos mais as 14 que vamos construir consigamos resolver o problema sério de super lotação das emergências”, enfatizou Alvim.

De acordo com o ministro da Saúde, o número de consultório e leitos de observação é maior que o recomendado por uma portaria federal para o tamanho da UPA: “Foi uma preocupação que o Governo do Distrito Federal teve no sentido de já preparar essa UPA para o processo de crescimento da população”, elogiou o ministro.

Ainda este ano serão inauguradas as UPAs do Gama e da Ceilândia (QNR), além de finalizados os projetos das UPAs do Plano Piloto, Planaltina, Estrutural e Taguatinga. A previsão de construção das demais é 2015.

ESTRUTURA - A UPA de Sobradinho é a primeira da região norte do DF e, além de Sobradinho I e II, atenderá também a população da Fercal e arredores. A estrutura tem capacidade para atender 350 pacientes diariamente, o que contribui para a organização do fluxo de pacientes da cidade, reservando o Hospital Regional de Sobradinho para casos mais urgentes e complexos.

Mais de 300 profissionais se revezam para oferecer atendimento 24 horas à população. Fazem parte dessa equipe médicos especialistas em Clínica Médica, enfermeiros, dentistas, auxiliares de enfermagem e odontologia, nutricionistas, assistente social, farmacêuticos, bioquímicos, técnicos de enfermagem, laboratório e radiologia, além de pessoal de segurança e limpeza.

As crianças que chegarem à unidade serão acolhidas e, dependendo da gravidade, serão encaminhadas aos centros de saúde e às equipes Estratégia Saúde da Família, ou levadas em ambulância ao hospital, acompanhados por um profissional da UPA.

A auxiliar de serviços gerais, Aline Salina Alves, 29 anos, teve intoxicação alimentar e foi encaminhada do Hospital Regional de Sobradinho (HRS). “Fui atendida em menos de dez minutos. Agora só vou vir aqui”, destacou a moradora de Planaltina.

A faxineira Secunda Gonçalves dos Santos, 36 anos, moradora de Cavalcante, em Goiás, também gostou do atendimento da UPA. “Não está demorando, não”, aprovou.

O morador de Sobradinho II, Sérgio Pereira, descobriu que a UPA estava funcionando quando foi pegar um remédio na Clínica Saúde da Família, que fica ao lado da unidade. Ele aproveitou para passar em casa e levar a filha Amanda Ketlen, de 14 anos, para ser atendida por causa de uma crise de sinusite. “Achei bom o atendimento”, avaliou.








SERVIÇO

Para ser atendido na UPA, o usuário deve apresentar documento de identificação (RG, carteira de motorista, profissional ou certidão de nascimento) e carteirinha do SUS.


Endereço: DF-420, km 2 – Setor de Mansões

Nenhum comentário: