Pesquise neste blog

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Aposentada com problemas respiratórios sofre por falta de energia elétrica


Suely Pletz Neder, de 72 anos, mora na Fercal e precisa de aparelho para respirar, principalmente à noite, e sofre com as quedas de luz constantes na região

(*) Ailim Cabral

As fortes chuvas dos últimos dois dias deixaram diversas regiões sem luz. Uma moradora da região Córrego do Ouro, localizado na Fercal, próxima a Sobradinho, reclama que a energia, que caiu ontem, ainda não foi restaurada, mesmo sendo um caso prioritário.
A aposentada Suely Pletz Neder, 72 anos, mora em um sítio com as filhas e possui apneia e problemas agudos respiratórios. Suely depende de um aparelho que a mantém respirando, principalmente enquanto dorme, e só funciona com energia elétrica.

A luz acabou às 18h de terça-feira (21/10) e, desde então, Suely e a família têm realizado diversas ligações para a Companhia Energética de Brasília (CEB). Segundo ela, quem a atendia afirmava que o atendimento era preferencial e uma equipe seria deslocada ao local. No entanto, por volta das 22h desta quarta-feira (22/10), a aposentada precisou se retirar do sítio, pois a energia ainda não havia voltado. “É uma situação pavorosa, parece que a região foi esquecida pelo governo. Tive que sair de casa porque sem luz corro risco de vida”, completa Suely.

A reportagem não conseguiu entrar em contato com a CEB, mas, em comunicado a imprensa emitido mais cedo, a companhia garante que tem recebido muitos chamados e trabalha com efetivo máximo. São 70 equipes por todo o Distrito Federal. A CEB recomenda que os clientes enviem as reclamações por mensagens de texto, devido ao congestionamento das linhas.

Para enviar uma mensagem, digite a sigla SL+código do cliente, que pode ser encontrado na área direita superior da conta de luz. O número para enviar a mensagem é 27323.


(*) Fonte: Ailim Cabral/CorreioWeb

Nenhum comentário: