Pesquise neste blog

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

UM NOVO TEMPO



Será que é chegada a hora de deixa-la ir,
E deixar que nossos corações se entendam a distância,
E separados descansaram,
Me pergunto se é a hora certa,
Se ainda não encontrarei as flores certas,
Se não terei as palavras corretas,
Para quebrar esse silêncio,
E evitar que em qualquer momento se vá,
Partir em silêncio sem nenhuma lágrima,
Será que não terá volta,
Mesmo que eu me curve em silêncio e peça para que fique,
Que prostrado nesse difícil caminho diga que te amo,
E perceba que sem você serei uma flor morta,
Sem perfume, sem beleza,
O que fazer para convencê-la.
O quer dizer,
Outrora sonhávamos juntos,
Metade e minha metade,

Não consigo acreditar que é chegada a hora.
Por Daniel Atta, Advogado, Escritor, Poeta e Colaborador do Jornal de Sobradinho


Nenhum comentário: