Pesquise neste blog

terça-feira, 10 de março de 2015

ECONOMIA: Juros altos mantêm consumidor mais retraído na demanda de crédito



O número de pessoas em busca de crédito caiu 10,7% em fevereiro, na comparação com janeiro. Segundo o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito, a queda foi mais acentuada do que na comparação de janeiro a dezembro, que foi de 2,5%. Em relação ao mesmo período do ano passado, houve alta de 0,9% na procura por crédito.

Para a Serasa Experian, uma das razões da queda foi o aumento do custo do dinheiro. “O baixo grau de confiança dos consumidores, a [elevação da] taxa de juros e a menor quantidade de dias úteis, devido ao feriado do carnaval, derrubaram a procura do consumidor por crédito em fevereiro”, diz nota da empresa.

Entre os consumidores na faixa de renda mensal de até R$ 500 por mês, a procura por crédito diminuiu 11%. O mesmo percentual foi constatado entre os que recebem de R$ 500 a R$ 1.000 mensais. Na faixa entre R$ 1.000 e R$ 2.000 por mês, houve retração de 10,5% e entre R$ 2.000 e R$ 5.000, queda de 10,3%. No grupo dos que recebem valores de R$ 5.000 a R$ 10.000 mensais, a demanda caiu 10% e no conjunto com renda acima de R$ 10.000, houve recuo de 10,2%.

Por região, a maior redução ocorreu no Centro-Oeste (-12,5%), seguida do Nordeste (-12,2%), Sul (-10,5%) e Sudeste (-10,1%) e Norte (-8%).

Fonte: Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil / Edição: José Romildo


Nenhum comentário: