Pesquise neste blog

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

ARTIGO: Planaltina DF em Foco


 
(*) Olavo da Silva Aguiar.
A data da sua fundação, 19-08-1859. Sua população atual em torno de 240 mil habitantes. Planaltina goza de grandes belezas naturais, seus parques, rios e cachoeiras, sem contar diversos pontos turísticos como: o morro do centenário (onde estão localizados o marco da mudança da capital, a pedra fundamental, e o centro Geodésico). Barragem do Pipiripau, Lagoa Bonita, Museu Histórico e Artístico de Planaltina, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional “IPHAN”. No ano de 1982, aconteceu um fato que ligaria definitivamente á Historia de Planaltina. Trata-se da vinda da comissão CRULS que realizou os primeiros estudos para implantação da futura Capital Federal no Planalto Central. O então Presidente da República, Epitácio Pessoa, baixou o decreto nº 4494 de 18 de Janeiro de 1922, determinando o assentamento da Pedra Fundamental. No dia 7 de Setembro de 1922, foi lançado a Pedra Fundamental onde se pretendia construir a futura Capital do Brasil. Planaltina é um importante berço cultural. Temos o Vale do Amanhecer, maior comunidade exotérica do País, maior teatro a céu aberto do mundo, com a encenação da Paixão de Cristo no Morro da Capelinha, Festa do Divino Espirito Santo e Folia de Reis. A Feira de Planaltina é considerada a melhor do Distrito Federal. Segundo informações dos Feirantes: Adão Xavier Monteiro, 61 anos e José Maria de Faria 57 anos (o ratinho da melancia). A agricultura da região abastece parte do Distrito federal e ainda exporta para outros Estados e Países. 41 mil pessoas visitam a feira semanalmente, segundo nos informou o Presidente da Feira, (o Francisco da Feira). Pela região de Planaltina passaram bandeirantes, tropeiros, pela estrada real do Planalto, a caminho para o desenvolvimento. Planaltina é berço de duas importantes bacias hidrográficas do Brasil: do Rio Tocantins e do Rio Paraná. As Águas Emendadas formam um singular fenômeno de dispersão de águas bem no meio do cerrado. A partir do mesmo ponto. As Águas do Córrego Vereda Grande, deslizando suas águas cristalinas para o Norte encontram o Rio Maranhão que vai alimentar o caudaloso Rio Tocantins. Para o Sul, o Córrego Brejinho engrossa o Córrego Fumal, deste para o Rio São Bartolomeu, depois Corumbá desaguando no Paranaíba e formando então o Rio Paraná. A tradição conta que o primeiro nome do povoado Mestres D´armas, deve-se a um Mestre armeiro que se estabeleceu na região, caminho de tropeiros que seguiam pela “Picada da Bahia”. A região começou atrair muita gente. Foi assim com José Gomes Rabelo que se tornou proprietário da Fazenda de mesmo nome. Ele é apontado como fundador da Cidade. Planaltina é uma Cidade tradicionalmente Católica. Também há um grande numero de denominações Evangélicas e de modo geral seus cultos são bem frequentados. Através do Evangelho vidas tem sido transformadas, lares são edificados e famílias inteiras estão sendo restauradas. Isso tudo é motivo de louvor e gratidão a Deus. E que ele salve nosso País.




(*) Olavo da Silva Aguiar é Pioneiro, Fundador da ACIS - Associação Comercial e Industrial de Sobradinho e colabora com o JS. 
OBS: Material Exclusivo para a Edição 284 de Setembro de 2015 do Jornal de Sobradinho.

Nenhum comentário: