Pesquise neste blog

quarta-feira, 7 de outubro de 2015

RICARDO VALE QUER ANULAR AUMENTO NO TRANSPORTE E DEFENDE FUNCIONAMENTO DA UPA DE SOBRADINHO II



             
O deputado distrital Ricardo Vale (PT) não concorda com o aumento nas tarifas de ônibus e está empenhado na aprovação do Projeto de Decreto Legislativo - PDL que apresentou na Câmara Legislativa para anular o reajuste. Na sessão de terça-feira (05), o parlamentar apresentou requerimento para que o PDL tramite em regime de urgência, “evitando mais prejuízos aos passageiros”.
            
A proposta conta com o apoio de outros 14 deputados. A defesa para anular o aumento de cerca de 40% nas passagens do transporte público coletivo do Distrito Federal está baseada no descumprimento de recomendação do TCDF, além de que o atual secretário de Mobilidade garantiu na CLDF que não haveria aumento de tarifas antes que houvesse clareza sobre os contratos firmados entre o GDF e as empresas operadoras do Sistema.

“Ora, numa semana o secretário afirma que não há segurança sobre os cálculos que alicerçam as tarifas técnicas. Na outra, aumenta as tarifas. Baseado em quê?” Estas são algumas razões para Ricardo Vale concentrar esforços na aprovação do PDL e cancelar os aumentos, que considera abusivos.

O petista também criticou outros aumentos impostos à população, como o do Restaurante Comunitário e da entrada do Zoológico. Ele discorda da fórmula utilizada pelo Governo para equilibrar as contas públicas, “jogando sobre as costas dos trabalhadores a conta que vai drenar recursos para os cofres públicos”. Para ele, o Poder Executivo poderia ter lançado mão de outras formas de arrecadação, “como, por exemplo, a renegociação da dívida ativa, já que muitos empresários têm demonstrado interesse em quitar suas dívidas com o Estado”.

Ricardo Vale, que nasceu em Sobradinho e mora na cidade até hoje, avalia que o Governo também está errando muito em relação à Saúde. Para o deputado, é um absurdo o fechamento da UPA de Sobradinho II. Como presidente da Comissão de Defesa dos Direitos Humanos da Câmara Legislativa, ele visitou a unidade de Saúde e colocou-se ao lado dos funcionários e da comunidade da região.

Além de participar das manifestações para garantir o funcionamento da UPA de Sobradinho II, Vale também apresentou requerimento de convocação ao Secretário de saúde, para que ele explique ao Legislativo a terceirização da gestão dos Hospitais e serviços da Rede de Saúde do Distrito Federal, pois há informações de que alguns setores do Hospital de Base já estão sob gestão de Organizações Sociais – OSs.


“É nossa obrigação defender os serviços públicos que oferecem atendimento de qualidade à população, como a UPA de Sobradinho II, que atendia mais de cinco mil pacientes e ainda desafogava o Hospital Regional de Sobradinho”, argumenta Ricardo.


Nenhum comentário: