Pesquise neste blog

sábado, 24 de outubro de 2015

SUCESSO: OUTUBRO ROSA EM SOBRADINHO/DF










Pela primeira vez, a Administração de Sobradinho organizou um grande evento no mês de outubro para destacar a importância da prevenção do câncer de mama e colo do útero. A mobilização contou com o apoio da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Semidh) e da Secretaria de Saúde.

O Outubro Rosa Sobradinho foi realizado no dia 24 de outubro, sábado, das 9h às 17h, no Ginásio de Sobradinho.  Na programação, as mulheres foram convidadas a participar de palestras e realizarem exames de saúde, atendimento jurídico, psicológico e nutricional prestado por diversos órgãos e empresas particulares de saúde de Sobradinho.

O evento contou, também, com programas recreativos como exposição de artesanato, brechó, sorteios e espaço de diversão para as crianças.

Destaque  
Luzi Cavalcante e Dra Maria Quitéria

Relacionamento do L. Sabin em conversa com o Deputado Distrital Raimundo Ribeiro e  Divino Sales Administrador Regional de Sobradinho e sua equipe de trabalho.

Equipe do Laboratório Sabin  com a primeira dama de Sobradinho  e idealizadora do Outubro Rosa - Ana Sales



Realizando exame de Glicemia no Dep. Raimundo Ribeiro

 Sucesso de público - E a fila não parou!
Evento realizado hoje 24/10 no Ginásio de Esportes de Sobradinho , contou com profissionais de saúde como Dra. Maria Quitéria – Ginecologista e palestrante de renome, bem como empresas premiadíssimas no cenário nacional - Laboratório Sabin e o Centro Médico Matsumoto.  Segundo Luzi Cavalcante - Relacionamento do Laboratório Sabin : “ É sempre uma grande oportunidade estar junto à comunidade serrana falando sobre prevenção e ofertando alguns serviços como exame de glicose” Já para  Claudio Anjos – Marketing do CM Matsumoto : “É  importante a valorização dos serviços de uma empresa genuína da cidade de Sobradinho pelos seus moradores”  . Vale registrar também que em discurso proferido pelo Administrador Regional Divino Sales , ficou a indignação e um pedido de desculpas ao tratamento dado pelo Órgão AGEFIS para o empreendedor e gerador de empregos C Matsumoto, que teve essa semana, suas placas de publicidade retiradas de forma arbitrária sem direito a defesa pela empresa. Divino destacou os  bons serviços prestados pela empresa e espera que não mais aconteça outros imprevistos .

Dep. Raimundo Ribeiro ao lado de Claudio Anjos  - Marketing do CM Matsumoto

Divino Sales Adm Regional de Sobradinho passou no stand da CM Matsumoto para aferir a pressão

A comunidade apoiou o evento e o stand da CM Matsumoto

Equipe de Trabalho 

Consultas e atendimentos no DF

Na rede pública de saúde do Distrito Federal, o câncer de mama é diagnosticado em todos os hospitais regionais. O acesso é feito por meio de consultas agendadas pelo ginecologista e mastologista, nos Centros de Saúde e Clínicas da Família.

O tratamento é realizado nos hospitais de Base, da Asa Norte, Ceilândia, Gama, Sobradinho e Taguatinga.

Os tratamentos oferecidos são cirurgia, radioterapia, quimioterapia e hormonioterapia.  O último avanço obtido a nível de Secretaria de Saúde é a possibilidade de reconstrução imediata da mama, disponibilizando-se cirurgia plástica no Hospital de Base e nos regionais da Asa Norte e Sobradinho.

Desde janeiro, 100 mulheres foram submetidas a cirurgias para retirada de câncer de mama no HBDF. Destas, 70% fizeram reconstrução mamária, após a mastectomia. As outras não realizaram devido a casos específicos, nos quais a inclusão de prótese não é recomendada, como casos clínicos mais graves, pacientes com diabetes ou hipertensão, entre outros fatores. Em 2014, 225 pessoas morreram de câncer de mama no DF. Foram realizadas 450 cirurgias em razão da doença.

Recomendações para prevenção:

·         Vida saudável: Alimentação pobre em gordura, evitar obesidade especialmente após a menopausa, evitar álcool, incentivo a prática de atividade física.
·         Ter anualmente suas mamas examinadas por profissional de saúde (médicos generalistas e enfermeiras treinadas da Estratégia de Saúde da Família e Centros de Saúde, ginecologistas)
·         Autoexame – apesar de carecer de evidências científicas que comprovem que ele é capaz de salvar vidas, na realidade brasileira onde não há mamografias para todas as mulheres, sua prática deve ser estimulada, mas não como estratégia isolada.

·         Realização periódica da mamografia


Fonte: Érica Ianuck Léda com adaptação de Júnior Nobre/JS -  fotos:  Júnior Nobre/JS

Nenhum comentário: