Pesquise neste blog

Secretaria de Estado da Casa Civil - DF

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

ARTIGO: Corrupção e impunidade estão consolidadas em todas as esferas!


(*) Olavo da Silva Aguiar
 Corromper: Induzir a realizar ato contrário ao dever ou à ética. A corrupção, a impunidade e a violência, principalmente, são fatores que caracterizam a cultura brasileira desde 1500. Ao menos é isso que pensa a maior parte da sociedade. Mais pensando bem, esses males não atingem somente o nosso País. Desconhecemos a realidade social de muitos países. É claro que o Brasil está entre os dez países mais corruptos do mundo. Porém é bom sabermos que ele não é o único com empresas fraudulentas, políticos corruptos. A diferença mais visível é a impunidade, pois ela é a causa do acelerado crescimento do número de criminosos. Às vezes o problema se encontra na própria lei. A maioria dos que fiscalizam e/ou fazem as leis, estão envolvidos nos esquemas de corrupção. Afinal, quem é honesto está se dando mal na vida. Recentemente dois juízes famosos pelo combate ao crime organizado, foram brutalmente assassinados. Por quê?  Porque a lei agora é ser do crime. Este já é maioria e tem poder suficiente para aniquilar os vestígios de caráter que restam no País. Eles, os criminosos, lesam o nome do País e nossa dignidade. “Levantam, sacodem a poeira e dão a volta por cima e tudo bem.” Ou seja, concluem suas falcatruas sem nenhuma punição. Até nosso Código Penal de 7 de Dezembro de 1940, favorece tudo isso. E essas mazelas só melhoram quando o povo quiser. Agora imaginemos uma cidade bem organizada, as crianças todas na escola, uma escola bem estruturada, com Professores profissionalizados, com pagamentos em dia, órgãos governamentais cuidariam da fiscalização das crianças que não fossem às aulas. O prefeito fosse um cidadão super honesto e humilde exigisse competência e agilidade, a policia que por sua vez seria muito bem paga, a legislação bem organizada e a lei a palavra de ordem. Os habitantes se respeitassem fossem solidários uns com os outros, e a família seria a instituição mais valorizada por todos. Enfim, a cidade dos sonhos, ou seja, um paraíso. Parece até conto de fadas. Mas os próprios brasileiros desacreditam que isso possa acontecer. É apenas uma utopia de quem ainda é do bem, e consegue ver o mundo de maneira diferente. Um mundo ainda maravilhoso. Até porque essa geração existe como se não existisse Deus.

“O contribuinte é o único cidadão que trabalha para o Governo sem ter que prestar concurso ,” (Ronald Reagan).

(*) Por Olavo da Silva Aguiar/ Pioneiro - Fundador da ACIS Associação Comercial e Industrial de Sobradinho - Colaboração para o Jornal de Sobradinho Edição 293 de Fevereiro de 2016.

Nenhum comentário: