Pesquise neste blog

Secretaria de Estado da Casa Civil - DF

terça-feira, 26 de abril de 2016

REGIÃO NORTE DO DF/TRÂNSITO: 6 quilômetros de asfalto da DF-001 são restaurados no Lago Oeste




Trecho entre o km 119,3 e o km 131,8 recebeu primeira camada do revestimento. Conclusão total da obra está prevista para 22 de agosto

 

(*) Ádamo Araujo

 

Seis quilômetros da DF-001, entre o km 119,3 e km 131,8, receberam a primeira de duas camadas do asfalto a ser colocado nos 12,52 quilômetros. O trecho fica depois do balão do Colorado, no sentido Brazlândia. Segundo estimativa do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o término de todo o serviço está previsto para 22 de agosto.

 

Iniciada em 23 de fevereiro, a obra tem o objetivo de beneficiar moradores do Núcleo Rural Lago Oeste e de Brazlândia. "Existem muitos produtores agrícolas nesses locais, e a restauração é uma forma de melhorar o escoamento da produção", destaca o diretor-geral do DER, Henrique Luduvice.

 

Depois de concluída essa primeira etapa, o departamento começará a recuperar mais 9,3 quilômetros — do km 131,8 ao entrocamento da DF-170. Segundo Luduvice, o projeto está em fase de conclusão e será executado a partir do segundo semestre. Nos 12,52 quilômetros iniciais está prevista também a construção de uma ciclovia, terceira e última fase, ainda em elaboração.
 

Etapas

 
O trabalho compreende basicamente cinco procedimentos. Primeiro, ocorre a fresagem do asfalto antigo, quando se retira a capa deteriorada. Depois, o material fresado é incorporado ao acostamento, e toda a extensão da pista — incluindo o acostamento — recebe uma camada de 4 centímetros de pavimentação asfáltica. Em seguida, acrescenta-se mais uma camada de 5 centímetros, somente na via de rolamento. Por fim, colocam-se as sinalizações vertical e horizontal.
 

Economia

 
O valor inicialmente estimado para a recuperação era de R$ 8.744.911,14, conforme publicado no Diário Oficial do Distrito Federal de 28 de julho. No entanto, o custo diminuiu para R$ 6.753.902,84, incluídas as sinalizações vertical e horizontal. A economia de R$ 1.991.008,3 foi possível graças à modalidade de licitação pelo menor preço.

 
 
 
 
 


(*) Fonte:  Ádamo Araujo, Fotos: Dênio Simões/Agência Brasília

 

Nenhum comentário: