Pesquise neste blog

sábado, 23 de julho de 2016

Implosão de rocha causa novo bloqueio de trânsito no Torto-Colorado


Para a ação neste domingo (24), serão usadas 3,3 toneladas de explosivos — o triplo da primeira vez

(*) Jade Abreu

Neste domingo (24), o trânsito na saída norte de Brasília terá alterações pela segunda vez por causa da implosão de uma rocha na margem da via. Como ocorreu no domingo (17), a partir das 14h30, o trecho de 5,2 quilômetros entre o balão do Torto e o do Colorado ficará interditado até o fim da operação, prevista para durar uma hora.

Trabalhos de remoção de rocha na margem da via que liga o Torto ao Colorado continuam no domingo (24).


A detonação da rocha é necessária para as obras da Ligação Torto-Colorado e do Trevo de Triagem Norte, que devem desafogar o trânsito na região norte da capital, onde mais de 100 mil motoristas transitam diariamente.

Para chegar a Planaltina, a Sobradinho ou aos condomínios nas regiões, o motorista deverá contornar pelo Varjão, pelo Lago Norte e pelo Paranoá, sentido balão do Colorado. Essa é a principal rota alternativa.

Outros caminhos são possíveis, a depender da região administrativa de origem do condutor. Aquele que estiver em São Sebastião ou no Jardim Botânico, por exemplo, poderá passar pela barragem do Lago Paranoá, seguindo pelo Itapoã com sentido ao balão do Colorado.

A recomendação para quem estiver saindo de Brazlândia é pegar a DF-430 até a DF-001, que dá acesso ao balão. O trajeto inverso poderá ser feito pelos motoristas que saírem de Sobradinho ou de Planaltina.

Para implodir a rocha, serão usadas 3,3 toneladas de explosivos. O número é quase o triplo do que foi empregado na detonação de domingo (17), quando foi necessária 1,2 tonelada. De acordo com o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), Henrique Luduvice, a primeira ação atingiu um terço da camada superficial da rocha — o objetivo é alcançar dois terços amanhã. “A implosão será maior, por isso precisamos reforçar os explosivos.”

O diretor afirma que o trabalho é controlado, pois são feitos estudos para reduzir o impacto sonoro e de resíduos. Para isso, coloca-se argila em cima da parte que será implodida. A rocha tem 100 metros de comprimento, 70 metros de largura e 8 metros de profundidade.
Obras do Trevo de Triagem Norte e da Ligação Torto-Colorado

São dez obras no Trevo de Triagem Norte, entre pontes, viadutos e túneis, feitas para distribuir o fluxo de veículos com destino ao Plano Piloto, levando ao Eixo Rodoviário Norte-Sul, à W3, aos Eixinhos Leste e Oeste e à L2. Somadas às passagens previstas na Ligação Torto-Colorado — construção de uma pista marginal à DF-003 e novos acessos aos condomínios —, serão 23 intervenções.

No total, as melhorias vão custar R$ 207 milhões — R$ 146 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com R$ 51 milhões de contrapartida do governo de Brasília e R$ 10 milhões da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap).

A primeira parcela do financiamento do banco federal, de R$ 10 milhões, foi liberada em junho. Os repasses serão trimestrais, até o fim das obras — a do Trevo de Triagem Norte deve estar concluída em 24 meses e a da Ligação Torto-Colorado, em 17 meses.

Fonte:  JADE ABREU, edição:  MARINA MERCANTE, foto: Dênio Simões/Agência Brasília 

Nenhum comentário: