Pesquise neste blog

Secretaria de Estado da Casa Civil - DF

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

ARTIGO - por Olavo da Silva Aguiar


O Brasil tem jeito?

Tem sim. Quem não tem jeito são os seus gestores. É impossível deixar de compartilhar sentindo a mesma dor, pois somos humanos. Quando vemos pessoas idosas completamente indefesas, portadoras de fraturas, permanecer um mês em uma maca, nos prontos socorros dos hospitais públicos e isso quando conseguem, aguardando por uma cirurgia ortopédica.

Homens e mulheres que trabalharam a vida toda foram úteis a si próprio e ao país, geraram riquezas e agora no entardecer da vida, são desprezados, desvalorizados, humilhados, descartados. Ou seja, esse item da Constituição Brasileira está em desacordo, ou foi vetado pelos donos desse país. Com as mães não é diferente, pois ficam o dia todo nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS e não conseguem atendimento para seus filhos.) Aí são obrigadas a fazer a via-crúcis em busca da solução almejada. O Brasil vive uma epidemia de falta. Falta tudo e algo mais. Faltam homens compromissados com o dever, falta dinheiro, e o pouco que ainda resta é roubado. Falta emprego, falta qualificação, falta educação, falta segurança, falta moradia, pois os brasileiros estão invadindo o Brasil. Falta saúde, falta comida, milhões de brasileiros não tem como sustentar sua família dignamente. Falta caráter e sobram problemas sociais. Mas tem gente por aí que tem tudo isso e algo mais. E por conta disso, agiganta-se a violência urbana que mora na impunidade e descansa às sombras da lei. Foram embora os direitos absolutos do cidadão, os bens da personalidade que são: dignidade, honra e caráter. Esse mesmo cidadão viu sua própria identidade se dissolver no éter infinito. Restou apenas a degradação humana. Todos nós sonhamos com um Brasil estável e seus habitantes vivendo com dignidade. É possível que demore ainda alguns séculos. Caro leitor: Você já imaginou o nosso Brasil refletindo hegemonia, irradiando supremacia para o mundo? Mas, o país que não investe em sabedoria, em educação, nunca será uma nação soberana. Mesmo assim, ninguém jamais há de arrancar do peito daqueles que têm amor e orgulho por este país, da Pátria queria e nela viver. Há esperança é a última a morrer. De nossa parte, apenas utopia.

“A máquina política triunfa porque é uma minoria unida, lutando contra uma maioria dividida. ” William Durant.

 
(*) Por Olavo da Silva Aguiar- Pioneiro, Fundador da ACIS - Associação Comercial e Industrial de Sobradinho e Colaborador do Jornal de Sobradinho. Artigo para compor a Edição número 304 do JS ref. a Primeira Quinzena de Agosto de 2016.

Nenhum comentário: