Pesquise neste blog

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

ARTIGO/INFORME PUBLICITÁRIO


Clínica de Olhos Sobradinho

Oftalmologia Especializada – 35 anos

Exames completos computadorizados

CRM 1289

 Hoje, existe um alerta através de vários meios de comunicação que não médicos estão realizando consultas oculares em toda unidade da federação do DF e estados brasileiros.

A estratégia é a mesma: ou oferecem atendimento com preços baixíssimos sempre vinculados a óticas de péssima qualidade ou oferecem consultas oculares “ gratuitas” em escolas, em grandes eventos comunitários e em sindicatos e associações para vender óculos. Tudo para vender óculos, o que caracteriza “ venda casada”.

Isto tem gerado uma enorme e desnecessária quantidade de óculos, com medidas e graus errados, que causam o prejuízo financeiro aos pacientes e até doenças oculares que levam à cegueira, já que não há um diagnóstico correto da visão do paciente.

O médico oftalmologista é o único, e o mais preparado, profissional para avaliar, não apenas a necessidade de usar lentes de grau, como também avaliar sua saúde ocular ( doenças de predisposição à cegueira) ; uma vez que cursa 6 anos de nível superior, mais 3 anos de especialização oftalmológica, além de outros cursos, tais como: subespecializações; mestrado; doutorado; congressos; etc. Sem falar na prova de Título de Especialista em Oftalmologia, que testa os conhecimentos do médico antes de ser intitulado oftalmologista.

A legislação brasileira é clara, em pleno vigor, (decreto de lei 20.931/32 e 24.492/34 e STJ – 15/09/2015 Acórdão do Ministro Humberto Martins) em proibir:

a) optometrista e técnico ótico instalar consultório para atender pacientes, devendo material ser apreendido e vendido judicialmente, além de multa sanitária;

b) Casas óticas confeccionar óculos sem prescrição médica, bem como instalar consultórios médicos nas dependências de seus estabelecimentos. Também determina que o estabelecimento de venda de lentes de grau, só faça mediante à apresentação de formulação ótica de médico.

Alertamos quanto aos perigos dessa prática, especialmente em crianças, pacientes acima de 40 anos e idosos, devido à maior dificuldade em se aferir o grau ou à maior incidência de doenças oculares nestes grupos!

Sendo assim, não entregue sua saúde ocular a leigos, os quais, muitas vezes, prescrevem óculos sem necessidade com a única finalidade de vender óculos de suas óticas; tão pouco se consulte em locais que não ofereçam as mínimas condições ou estrutura para uma boa e adequada avaliação ocular. Procure um médico oftalmologista em um consultório ou clínica oftalmológica.
 

(*) Dr. José Maria Grisolia CRM – 3311
Responsável Técnico

 

Endereço: Quadra 4 - Cl 11 loja 01 - Sobradinho, DF, 73086-440
Tel. 3591.5257 – 3591-1726 – 3326-0015 – 3326-2735

Nenhum comentário: