Pesquise neste blog

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

ARTIGO por Olavo da Silva Aguiar


Brasil, País à deriva!

 

(*) Olavo da Silva Aguiar

O parágrafo único do artigo 1º da Constituição afirma o seguinte: “Todo Poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos dessa Constituição. ” Trata-se do texto constitucional introdutório e básico, instituindo com sutileza a democracia do faz de conta, pela qual o representante eleito (colocado acima da lei) é quem exerce o poder, e não o povo. O poder só passa a ser do povo, pelo povo e para o povo se por esse for exercido por meio da sua lei. A função do representante democrático é a de criar e aperfeiçoar a lei, administrar em conformidade com ela e possibilitar seu cumprimento. O Código Penal diz que é crime furtar, o Código de Processo Penal e leis paralelas oferecem os meios para que o ladrão evite ser punido. Ou seja, a Constituição torna-se inoperante. Quando o eleito passa a governar, é forçado a negociar, corrompendo e sendo corrompido, por falta de apoio numa legislação democrática que a todos proteja e puna a qualquer infrator. (Texto do Livro: Democracia de Selva)

Aos Nossos Governantes

Entre as lembranças que houver, não se esqueçam da criança brasileira, enterrada pelo abandono. Entre as lembranças que houver, não se esqueçam da criança brasileira acorrentada pelo analfabetismo, pois, onde falta educação, falta oxigênio e liberdade para a vida. Política é a profissão mais rendosa do planeta. Então, quando não souberem mais onde guardar tanto dinheiro, lembre-se da criança brasileira enterrada pela fome. Entre as lembranças que houver, é bom lembrar das mais de 3.500 empresas que fecharam suas portas, deixando de produzir e gerar renda pra Nação. Quando estiverem em terras longínquas em passeios pelo mundo, lembrem-se que deixaram para trás, 13.500.000 desempregados, implorando com lágrimas nos olhos, por um posto de trabalho. E também não se esqueçam dos milhares de Brasileiros, irmãos nossos, com lágrimas nos olhos, vendo suas moradias, (sonho de uma vida) irem a leilão por falta de pagamento. Pobre povo Brasileiro! 95% da população sobrevivendo com o mínimo necessário. Fato é que nosso País se assemelha a um grande navio com seu leme quebrado à deriva, bem longe do continente.

Aos Donos do Poder

Ouçam, ou pelo menos tentem ouvir a voz rouca de tanto gritar por socorro, de um povo à deriva pelos mares do infortúnio. E que tenta buscar valores autênticos num País degradado. 

(*) Por Olavo da Silva Aguiar (foto)- Escritor, poeta, compositor, pioneiro, fundador da ACIS, Associação Comercial e Industrial de Sobradinho e colabora com o Jornal de Sobradinho - Edição nº 316 referente a Primeira Quinzena de fevereiro de 2017.

Nenhum comentário: