Pesquise neste blog

Secretaria de Estado da Casa Civil - DF

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

EXPOSIÇÃO


SOBRADINHO 57 ANOS - CIDADE ARTE

 

(*) Toninho de Sousa
 

A Galeria Vincent Van Gogh, da Administração Regional de Sobradinho –DF, abre ao público do Distrito Federal e do mundo a primeira mostra antecipada comemorativa pela passagem do aniversário da cidade que acontecerá no dia 13 de maio deste ano. A mostra estará aberta por um período de quatro meses com o objetivo de dinamizar a visitação e ampliar a atuação da Galeria no recebimento dos amantes da arte brasileira e grupos de estudantes de escolas, faculdades e universidades públicas e privadas da região norte e cidades vizinhas que passarão a conhecer melhor seus artistas e o resultado do processo produtivo dos artistas radicados na Cidade Arte.
 

O Curador, espera com esta grande exposição, abrir um novo caminho no surgimento de novas galerias públicas para que se crie um intercâmbio cultural entre as regiões administrativas do DF.


A origem desta mostra, veio com a ideia de retomar a vertente eufórica produzida por estes e outros artistas plásticos na década de noventa quando a cidade viu brotar os grandes murais nas “Paradas de Ônibus” na imaginação fértil de cada um. Antes daquela data, a nossa comunidade não conhecia seus artistas. E, assim, Sobradinho passou a ser conhecida como um “celeiro de artistas do DF” e depois da efervescência cultural recebeu a denominação de “Cidade Arte”, nome cultuado por seus moradores desde aquela época.

A iniciativa de reunir onze artistas contemporâneos para ficar durante quatro meses em exposição se constitui em ocupar uma das melhores galerias do DF, que divide a parede com a Biblioteca Pública de Sobradinho que recebe diariamente em pesquisa e estudos, estudantes de inúmeras escolas da região.

A importância desta mostra é qualidade das obras expostas, considerando que a liberdade de expressão dada aos artistas na seleção de suas últimas produções e obras do acervo pessoal que são significativas dentro de suas trajetórias artísticas. E assim, a mostra é composta por pinturas, gravuras, esculturas, desenhos, objetos, “ready-mades” e instalações.  Um fato unânime entre os artistas, se relaciona com a cumplicidade de serem veteranos das artes visuais locais. É importante salientar que Sobradinho possui dezenas de artistas que ocuparão a mostra coletiva “Retratos da Cidade” que será comemorativa ao Aniversário de 57 anos no mês de maio deste ano, na sede da Administração Regional de Sobradinho.

Foram convidados pela Curadoria, para participar desta mostra, os artistas ARLINDO CASTRO, EMICLES NOBRE, FERNANDO SANTOS, FRANCOY JUNIOR, GILSON FILHO, J. VICENTE, M. KALIL, NOGUEIRA DE LIMA, THOMAS RITTER e TOM MELLO.

 

ARLINDO CASTRO

 

Os trabalhos de ARLINDO CASTRO, são a expressividade do seu dia a dia circulando pela cidade ou no paraíso de sua chácara, onde o seu olhar capta a beleza que transporta para as telas, nas diversas técnicas que absorveu com sua versatilidade nas artes visuais. Este artista paranaense das artes visuais, desde que chegou na cidade, experimentou vários estilos e investiu um período de sua trajetória na pesquisa da técnica da cerâmica onde idealizou um mural na entrada da Biblioteca Pública de Sobradinho.  Outra obra de grande importância, é um mural que se encontra na fachada da Administração Regional de Sobradinho.  Suas obras ocuparam centenas de mostras em Brasília onde recebeu vários prêmios e citações críticas e atravessaram as fronteiras do DF, em exposições por São Paulo, Goiás e Rio de Janeiro.

 

EMICLES NOBRE

 

EMICLES NOBRE, um artista cearense que iniciou sua trajetória com desenhos em quadrinhos, charges, ilustração de capas de livros e revistas. Teve sua primeira participação nas artes plásticas em um Salão de Artes Plásticas da Universidade do Pará em 1963, recebendo um Prêmio de Honra ao Mérito. Um artista inquieto que circulou o Brasil passando pelo Belém do Pará, São Luiz do Maranhão, Recife, Salvador, Mato Grosso do Sul, Belo Horizonte e São Paulo. Mas, Sobradinho foi onde se instalou para levar sua obra para fora do país. Esteve em estudos em Miami, Orlando e Caribe. Autor do Mural “Vida” da Biblioteca Pública de Sobradinho - Galeria Vincent Van Gogh. Sua versatilidade se destaca no uso de material de sucata para produzir esculturas com objetivo de denunciar os problemas sociais de segurança, saúde e do inseto transmissor da “zika”. Você poderá aprofundar na pesquisa deste artista visitando o site: www.emiclesnobre.com.br

 

FERNANDO SANTOS

 

FERNANDO SANTOS (FERNANDO DE OLIVEIRA SANTOS) É um artista natural de Goiânia, que mora atualmente em Sobradinho – DF. Sua produção experimental tem exposto no centro oeste e alcançado a região de São Paulo.  Um artista que foge das imagens tradicionais sempre em procura do inusitado e de formas enigmáticas do seu processo artístico. Fernando Santos, sempre manteve um pouco isolado no processo da arte urbana, porém é um frequentador assíduo do atelier do Artista Arlindo Castro que tem a magia de aglutinar artistas em seu local de produção.
 

FRANCOY JUNIOR
 

Francoy Junior, é um artista plástico que busca pintar a realidade que envolve a sua contemporaneidade. Nos últimos meses esteve frequentando e pintando no atelier do artista Arlindo Castro em um processo de observação da natureza e das pessoas que povoam o seu mundo pictórico para fazer parte de suas últimas produções que estão nesta mostra. Um artista que sempre participou dos projetos de artes visuais nas últimas décadas, mesmo com sua mudança para a cidade de Natal no Rio Grande do Norte. Sempre esteve participando das coletivas de Aniversário da Cidade na Galeria Vincent Van Gogh ou nos projetos de Paradas de Ônibus.
 

GILSON FILHO
 

GILSON FILHO, artista plástico natural do Rio de janeiro, começou a expor seus trabalhos de arte desde 1996. Sua primeira experiência foi como desenhista de arquitetura, utilizando técnicas de aero grafia e posteriormente teve a oportunidade de experimentar o óleo e acrílica sobre tela. A sua primeira participação na cidade de Sobradinho se deu em 2002, e motivado com sua arte abstrata geométrica, idealizou várias mostras em espaços culturais do DF, em especial no Saguão do Palácio do Buriti, Foyer do Teatro Nacional Claudio Santoro, Espaço Cultural do  Manhattan Plaza, Anatel, APAE/DF, Galeria do Templo da Boa Vontade, Faculdade ESPAM (Sobradinho),Academia da PCDF, no  SESC 504 sul, e na Galeria do INCRA comemorando o aniversário de Brasília em 2008.
 

J. VICENTE
 

J. Vicente nasceu no Rio de Janeiro e sempre se encantou com a variedade de cores estampadas nas favelas cariocas, em especial o morro da providencia, motivo principal que o fez desenvolver toda sua trajetória abordando este tema de forma figurativa até chegar a deformação das imagens e naturalmente, chegou à abstração de seus elementos principais. Tem participado de inúmeras mostras coletivas em Brasília nos últimos cinco anos. Foi um dos coordenadores dos Salões de Artes Visuais das Cidades Administrativas que aconteceram em Sobradinho na Galeria Vincent Van Gogh. Mora em Sobradinho e gosta de experimentar diversas técnicas. A pirografia é uma técnica que adotou para produzir uma fase de favelas sobre MDF.                 J. Vicente gosta de apropriar de objetos para transformar em obras de artes.  A pintura abstrata é o seu forte, porém está sempre experimentando novas técnicas para acompanhar a evolução das artes visuais.

 

NOGUEIRA DE LIMA

 

NOGUEIRA DE LIMA, de São Miguel do Rio Grande do Norte, começou a desenhar, pintar e esculpir em madeiras, concreto e metais desde 1970. Sua primeira exposição em Brasília foi em 1972, e sua experiência internacional começou em 1985 no Concurso Internacional do Ministério de Cultura do Iraque. Naquele mesmo ano, expos no Museu de Arte de Brasília. É um dos escultores que obteve inúmeros prêmios   aquisições no V, VI e VII Salão das Cidades Satélites. Teve participação no 7º Salão de Artes Plásticas do Ceará. Suas esculturas esculpidas em madeira, sempre foram inspiradas nos costumes nordestinos e sua pintura expressa em sua magia os detalhes e momentos cotidianos da cultura brasileira. Desde 1977, que Nogueira de Lima participa de mostras pelo aniversário de Sobradinho. Conheça o artista visitando: https://www.facebook.com/ValdemorNogueira?fref=ts

 

M. KALIL

 

“M. Kalil – Raimunda Gomes Kalil – nasceu em Floriano-PI, onde concluiu o Curso Normal. Reside em Brasília desde 1960, tendo fixado residência em Sobradinho, no ano de 1966.

Começou a se dedicar à pintura em 1961, como aluna do professor e renomado artista peruano Félix Alejandro Barrenechea Avilez. Em seguida, fez Curso de Desenho Objetivo I e II, Curso de Xilogravura e de Gravura em Metal na Universidade de Brasília – UnB; Curso Livre de Artes Plásticas na Faculdade de Artes da Universidade Federal de Goiás; Curso de Desenho no Colégio do Setor Leste; Curso de Artes Plásticas no Festival de Ouro Preto em 1969; Curso de Decoração em Painéis de Cerâmica no CETEB-DF, entre outros.

Realizou exposições individuais em Brasília, Goiás, Piauí, Santa Catarina, Rio de Janeiro e dezenas de coletivas por alguns estados do Brasil – PI, PR, RJ, SC, GO e DF – como também no exterior, destacando-se as “Third Brazilian Art Exhibition” na Bloomsbury and Dixon Galery e “Art Exhibition of Nottinghan University” de Londres.

M. Kalil possui várias obras em importantes coleções do Brasil e do Exterior e é membro-fundadora da Associação de Artistas Plásticos do DF e ganhou uma Sala com seu nome na Galeria VINCENT VAN GOGH de Sobradinho-DF.”

 

TOM MELLO

 

Tom Mello é um artista que mora em Sobradinho e tem a qualidade especial de expressar suas obras de artes de forma figurativa da realidade em que vive. Tem buscado novas soluções para produzir suas obras recentes, que esteve em exposição na sede da Administração no final do ano passado. Tom é um artista versátil, além de sua produção de pinturas e colagens, tem se dedicado a pintar camisetas exclusivas para os   fãs de sua arte. É um artista versátil e realiza oficinas de artes para divulgar suas múltiplas habilidades técnicas nas artes visuais.

 

THOMAS RITTER

 

Thomas Ritter, é um artista plástico que sempre conviveu desde pequeno com a arte. E sua maior força vem pelo gosto das técnicas de gravura de metal, sua especialidade desde que atuava como professor de artes visuais na cidade de Sobradinho. Uma outra importância deste artista, vem de sua participação no processo de criação e inauguração da Galeria Vincent Van Gogh na década de 80 na Administração do Dr. Iran. Hoje, o artista se isolou em uma chácara para produzir e catalogar toda sua produção que fará parte de um grande atelier que está sendo planejado para visitação pública. Thomas Ritter sempre participou de todas as mostras coletivas de aniversário da cidade na Galeria Vincent Van Gogh e seu trabalho se encontra em coleções particulares, no país e em outros países europeus. Sua trajetória artística sempre foi laureada de distinções e participações em salões de artes e mostras coletivas e individuais por vários estados do Brasil.

 

TONINHO DE SOUZA

 

 

TONINHO DE SOUZA é um baiano que chegou em 1960 em Sobradinho. Hoje, é um Artista Plástico brasileiro de renome internacional de característica multimídia. Desenvolve pintura, escultura, gravura, objeto, instalação, fotografia, Possui dezenas de prêmios aquisições, Prêmios de Viagem no País e de Viagem à Europa, promovida por salões de artes. Já expos nas principais Capitais do Brasil e em mais de 10 países (Europa e América do Norte). Seu destaque se deu na década de 80, com a “Melanciacultura” e no ano de 1993, a linguagem artística do “Melantucanarismo” lançando dois livros de sua autoria. Em 2016, criou a linguagem artística da Arte Pós Contemporânea com manifesto no Espaço Chatô, da Fundação Assis Chateaubriand. É detentor da Comenda Cultural do DF e Cidadão Honorário de Brasília pelo destaque cultural. A obra de Toninho de Souza é conhecida nos seguintes países:  Estados Unidos, Rússia, França, Alemanha, Moçambique, Quênia, Espanha, Itália, Portugal, Áustria, Índia, Austrália, Ucrânia, Malásia, Irlanda, Colômbia, Argentina, Bélgica, Suécia, Japão, China, Porto Rico, Reino Unido, Catar, Chile, Emirados Árabes, Iugoslávia, Iraque, México, entre outros. Visite sua biografia no http://blogdotoninhodesouza.blogspot.com.br/.
 











(*) Fonte: Toninho de Souza – Curador e Artista Plástico  (61)-993431355 - Fotos: Eduardo Nobre/JS

Nenhum comentário: