Pesquise neste blog

terça-feira, 7 de março de 2017

ARTIGO


Segurança condominial
 

(*) Leopoldina Maria Colares

Roubos a condomínios tornam-se cada vez mais comuns. Criminosos especializados exploram brechas no sistema de segurança e entram em edifícios, com estratégias sofisticadas

Agora mesmo assistimos o caso da gangue de mulheres vestidas com roupas de malhação entrando calmamente em condomínios de luxo como se fossem moradoras.

Os condomínios de modo geral estão cada vez mais cercados por câmeras, cercas elétricas, portões duplos e vigilância 24 horas. Entretanto, os especialistas em segurança são unânimes ao afirmar que aparatos tecnológicos não bastam para impedir o ataque aos edifícios.

O essencial é que moradores e profissionais /prestadores de serviço do condomínio adotem procedimentos seguros e saibam como agir em situações de risco.

As ocorrências normalmente acontecem por falhas ou fragilidades na identificação de moradores ou visitantes e treinamento de funcionários. É importante sempre observar que pontos em seu condomínio propiciam invasões e tentar minimizá-los.

Um dos principais pontos de vulnerabilidade do condomínio, sem dúvida alguma, e que deve ser muito bem planejado, é a Portaria, pois é uma das barreiras físicas mais importantes de qualquer conjunto Residencial, tendo em vista que é por esta entrada que será feito todo controle e triagem das pessoas que desejam acessar às dependências do prédio.

Medidas de proteção devem ser planejadas desde a construção do prédio dentro das Normas de Segurança, nos equipamentos de comunicação que devem existir na portaria e, finalmente um porteiro devidamente selecionado, capacitado e treinado para operar com os equipamentos e para observar fielmente as regras traçadas para a identificação e tratamento dos que tentam acessar as dependências do condomínio.

Esperamos que na era da robótica e automatização, nossos condomínios sejam projetados e construídos prevendo-se sua proteção, desde a entrada, pois são os detalhes que fazem a diferença num Sistema de Segurança.

*Leopoldina Maria Colares de Araújo, (foto) Diretora de Projetos Especiais da ABRASSP - Associação Brasileira de Síndicos e Síndicos Profissionais.

Nenhum comentário: