Pesquise neste blog

Secretaria de Estado da Casa Civil - DF

quinta-feira, 18 de maio de 2017

SAÚDE

Quatro UPAs correm risco de interdição ética pelo Conselho de Medicina
Unidades de Ceilândia, Recanto das Emas, Samambaia e Sobradinho foram notificadas. Ação proíbe o profissional de exercer o trabalho por falta de condições mínimas para a segurança do ato médico


UPA de Sobradinho foi notificada na última segunda-feira
O Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) notificou o risco de interdição ética em quatro das seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Brasília. A entidade alega que faltam medicamentos, material, há deficit de médicos e enfermeiros e a capacidade de atendimento é inferior à demanda. As unidades de Ceilândia, Recanto das Emas e Samambaia foram notificadas na última sexta-feira (13/5) e a de Sobradinho, na segunda (15).


O CRM define como interdição ética do trabalho do médico a proibição de o profissional exercer o trabalho em estabelecimentos de assistência médica e hospitalização por falta de condições mínimas para a segurança do ato médico. Em nota, a Secretaria de Saúde informou que foi notificada e que "está trabalhando para sanar os pontos apresentados, de forma a garantir saúde pública de qualidade à população do Distrito Federal".


A entidade informa que a órgão da saúde pública do Distrito Federal deverá sanar as irregularidades mais graves dentro dos prazos definidos pelos cronogramas de ações entregues aos responsáveis técnicos. Caso os problemas não sejam resolvidos, a unidade poderá ficar interditada até a regularização. A Secretaria de Saúde não informou quais são essas datas.

Fonte: Correio Braziliense


Nenhum comentário: