Pesquise neste blog

sábado, 8 de julho de 2017

ENTREVISTA EXCLUSIVA com o Cel.Charles Magalhães - Administrador Regional de Sobradinho 2 e Fercal


Um gestor Empresarial à frente de duas cidades

Charles de Magalhães Araújo Junior é casado há 26 anos, pai de 5 filhos, Tenente Coronel da reserva remunerada da PMDF. Licenciado e Bacharel em Ed. Física, com três pós-graduações, entre elas, Gestão Estratégica da Segurança Pública.

Na PMDF começou sua Carreira na antiga CPChoque (atual BOPE e BPChoque), comandou importantes unidades na PMDF, entre elas o 13º Batalhão de Sobradinho e do Centro de Treinamento e Especialização da PMDF. Se apaixonou pela cidade e hoje mora em um condomínio da Região.

Administra as regiões administrativas de Sobradinho II e da Fercal desde 17 de abril de 2017.

JS - Qual a sua memória afetiva da cidade?

CM - Minhas melhores lembranças estão relacionadas ao meu trabalho como comandante do 13º Batalhão de Sobradinho. Sempre procurei entender e resolver os problemas da região da melhor forma possível. Foi aí que me encantei de vez pela cidade, também por já morar na região.

JS - Como você recebeu o convite do Governador Rodrigo Rollemberg para administrar Sobradinho II? O que ele te pediu?


CM - Fui chamado pelo Governador e soube que meu nome foi diversas vezes citado para assumir o cargo de Administrador de Sobradinho II e Fercal. Acredito que meu bom histórico na PM, quando na ativa, e meu trabalho como gestor empresarial influenciaram muito na minha escolha. Recebi o convite com muito entusiasmo e certo de que daria o meu melhor para ajudar a comunidade. O Governador me solicitou uma gestão compartilhada e comunitária, o envolvimento da comunidade em todos os processos de melhoria da cidade. E assim tenho feito, através de meu plano de gestão que foi aprovado e reconhecido pelo nosso Governador.

JS - Na sua opinião qual o maior problema de sobradinho e que gostaria de dar a devida solução em sua gestão?

CM - São muitos os que eu realmente gostaria de erradicar, mas acredito que o primordial é a segurança pública é o fomento a mais vagas de emprego. Ver nossos jovens em situação de risco, envolvidos com tráfico e outros crimes, é lamentável. E a segurança pública não se faz apenas prendendo bandidos. Temos que trazer para estes jovens um outro olhar para a vida. Tenho em meu plano de gestão vários projetos para preencher o tempo ocioso desses jovens. Um exemplo é Projeto Jovem o futuro que oferece vagas gratuitas em academias parceiras das Administrações, cursos profissionalizantes e inserção no mercado de trabalho.

JS - No seu planejamento e do GDF, quais ações deverão ter prioridade nesse ano de 2017 em Sobradinho II e Fercal?

CM - Todas, sem exceção. Está claro e acordado em consenso com o nosso Governador, que a comunidade tem que ter voz. Eu caminho muito pela cidade mapeando os principais pontos críticos e ouço a comunidade. É dessa forma que consigo unificar as principais demandas e coloca-las em prática através de ações como tapa buracos, limpezas das vias, recolhimento de entulhos em áreas irregulares para descarte, trocas de Lâmpadas queimadas pelas cidades (mais de 300 lâmpadas foram trocadas), sinalizações horizontais (pintura de meio fio e marcação de rua), sinalizações verticais (placas de sinalizações). Tudo isso é feito com redução máxima de custos e através de parcerias. Além da comunidade, são parceiros o Detran, Novacap, CEB, DER e muita mão de obra das Administrações.

JS - Uma das maiores demandas comunitárias é o pedido de mais médicos e insumos para a UPA de Sobradinho 2 e Benfeitorias para o Buritizinho, o que você tem a dizer sobre isso?

CM - A população tende a confundir o papel de um administrador. Eu não tenho autoridade sobre a gestão de saúde, educação e segurança. Como administrador e integrante dessa comunidade, me preocupo e muito com essas demandas e luto para resolve-las. Me reúno com os órgãos competentes e exponho as reivindicações da comunidade e cobro! Em relação ao Buritizinho, conseguimos através de emenda parlamentar do deputado Ricardo Vale a verba para a construção de uma Unidade Básica de Saúde – UBS. Estamos também com a administração nas ruas, atendendo as principais demandas da população, tais como limpeza de e retirada de entulhos das ruas, revitalizando os parquinhos, entre outras ações que nos propomos.

JS - A preservação do Ribeirão de Sobradinho é uma realidade, como a Administração Regional 2 poderá contribuir a curto prazo?

CM - Um de meus maiores anseios é a assinatura definitiva do decreto de criação do Parque Canela de Ema. Solicitei também ao IBRAN autorização para cercar e fazer o aceiro do parque, com o intuito de impedir que sejam depositados entulhos e usado para esconderijo de marginais.

JS - Quais ações para o setor de mansões?

CM - O Setor de Mansões está recebendo o mesmo cuidado e tratamento que as demais cidades. O setor recebeu a operação tapa buracos, novas sinalizações, retirada de entulhos, entre outras ações. A comunidade nos ajuda muito sinalizando os problemas e procuramos resolve-los o mais breve possível.

JS - Regularização dos condomínios o que tem de novo?

CM - Está sendo continuado o decreto do nosso Governador que trata da venda direta de lotes para os já os ocupam. A meu ver uma excelente iniciativa, que visa a melhor forma de resolver este problema que se perdura há anos.

JS - Como será sua parceria com Valter Soares? Haverá ações conjuntas?


CM - Completa. As Administrações de Sobradinho só têm a ganhar quando dois gestores comprometidos pela mesma causa se unem. Valter Soares, gestor de muita competência, uma parceria de sucesso.

JS - A AMPEC II está objetivando uma nova área em Sobradinho 2 para atender aos empresários da cidade. O que a Administração poderá fazer a curto prazo para somar nessa demanda?

CM - Antes de saber de tal pleito, a criação da ADE já fazia parte de meu plano de gestão. Tive vários encontros com o senhor Valdinar (Tabajara responsável pela AMPEC II) para discutir sobre a execução deste projeto. Na consulta pública da LUOS que tivemos, e reunião que promovemos com a TERRACAP sobre a área para a criação dos comércios foi solicitada. Acredito que esta será mais um ganho para nossa região e mais empregos serão gerados.

JS - O que você gostaria de dizer aos moradores de Sobradinho 2 e Fercal?



CM - Que as Administrações de Sobradinho II e da Fercal estão sempre de portas abertas para receber a comunidade. Estamos aqui para atender todas as reivindicações que nos forem devidas da melhor forma possível. Nossa gestão é compartilhada e a nossa vitória é a conquista dos objetivos dessa comunidade. E seguimos firmes cumprindo nosso lema

“Perseguindo o impossível para fazer sempre o melhor. ”


(*) Júnior Nobre/Jornal de Sobradinho & ASCOM Adm.Reg 2 & Fercal – Fotos: Divulgação - Exclusivo para Edição nº 326 Ref. a Primeira Quinzena de Julho de 2017. 

Nenhum comentário: