Pesquise neste blog

terça-feira, 8 de agosto de 2017

CIDADE

Governador participa de lançamento de projeto social em Sobradinho
Venda de objetos doados às Obras Sociais Jerônimo Candinho será revertida para as atividades da entidade. Centro espírita é um dos parceiros do Jovem Candango

(*) MARYNA LACERDA

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, participou nesta terça-feira (8) do lançamento do projeto para a criação da loja de objetos usados da entidade Obras Sociais Jerônimo Candinho, em Sobradinho.
Rollemberg participou nesta terça (8) do lançamento do projeto para a criação da loja de objetos usados da entidade Obras Sociais Jerônimo Candinho, em Sobradinho. Foto: Tony Winston/Agência Brasília
A ação, que conta com a parceria da Fundação Banco do Brasil, consistirá na venda de roupas, móveis, eletrodomésticos e qualquer bem durável doado para a instituição para reverter a renda para obras assistenciais. A entidade passará, com isso, a representar a organização internacional Goodwill. A previsão é que o estabelecimento comece a funcionar no início de 2018.
“É o tipo de iniciativa que é boa para todo mundo. Quero parabenizar todos os envolvidos”, disse o governador, que assinou o convênio da instituição com a Fundação Banco do Brasil como testemunha.
Parceria na formação profissional de jovens
A instituição tem ações de capacitação de jovens e mantém convênio com o governo de Brasília com o projeto Jovem Candango. São 1,6 mil adolescentes atendidos por meio da parceira — 800 em Sobradinho e 800 na unidade das Obras Sociais Jerônimo Candinho de Taguatinga.

Os inscritos recebem treinamento para o mercado de trabalho, com aulas de matemática financeira e português, além de atendimento psicossocial. Após as monitorias, eles são encaminhados às vagas de trabalho nos órgãos do governo de Brasília.

Em dezembro de 2016, a entidade recebeu do governo de Brasília a escritura do terreno que ocupa em Sobradinho. A ação fez parte de uma série de entregas do documento por parte do Executivo local para garantir a tranquilidade para as entidades desenvolverem os trabalhos sociais.

(*) Por MARYNA LACERDA, Fotos: Tony Winston, EDIÇÃO: PAULA OLIVEIRA – Agência Brasilia

Nenhum comentário: