CLDF

Pesquise neste blog

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

FERIADO


Veja o que abre e o que fecha no Dia de Finados
Serviços públicos terão funcionamento diferenciado no feriado desta sexta (2)

Parte dos serviços públicos do Distrito Federal, pontos turísticos e equipamentos culturais terão esquema especial de funcionamento no feriado de Finados, na sexta-feira (2).
Na área da saúde, as unidades de pronto-atendimento (UPAs) e as emergências dos hospitais funcionarão normalmente. Unidades básicas de saúde (UBS) e ambulatórios, porém, ficarão fechados.
Pontos Turísticos como o Jardim Zoológico e o Jardim Botânico estarão abertos para receber os visitantes.

SERVIÇOS PÚBLICOS

BRB
As agências do Banco de Brasília (BRB) e as unidades do BRB Conveniência estarão fechadas na sexta-feira (2). No sábado, porém, o funcionamento do BRB Conveniência será normal.
Detran-DF
Os postos de atendimento do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) estarão fechados na sexta-feira (2). Haverá plantões de fiscalização.
Hemocentro
A Fundação Hemocentro de Brasília não abrirá na sexta-feira (2). No sábado (3), funcionará normalmente, das 7 às 18 horas.
A instituição fica no Setor Médico-Hospitalar Norte, Quadra 3, Conjunto A, Bloco 3 (Asa Norte). Agendamento e mais informações pelo telefone 160, opção 2.
Saúde
No feriado, as emergências dos hospitais e as unidades de pronto-atendimento (UPAs) abrirão normalmente. Ambulatórios e unidades básicas de saúde (UBS) ficarão fechados.  As UBS com atendimento aos sábados estarão abertas normalmente no fim de semana.
Secretaria de Fazenda
Na sexta-feira (2), as agências da Secretaria de Fazenda e o atendimento telefônico pela central 156, opção 3, não funcionarão.
O atendimento virtual para dúvidas e solicitações estará disponível, mas as respostas serão dadas posteriormente.
Emissões de segunda via para pagamento de impostos poderão ser feitas normalmente pelo portal da Secretaria de Fazenda.
Segurança
As delegacias da Polícia Civil funcionarão em regime de plantão na sexta-feira (2). A Delegacia Eletrônica, as centrais de flagrante e o telefone 197 ficarão disponíveis 24 horas.

TRANSPORTE

Metrô-DF
As estações da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) estarão abertas na sexta-feira (2), porém, com horário de domingo: das 7 às 19 horas.

PONTOS TURÍSTICOS

Catetinho
(Km 0, BR-040, Gama)
Funcionamento normal no feriado, das 9 às 17 horas.
(61) 3338-8803
Jardim Botânico
(Área Especial, Setor de Mansões Dom Bosco, entrada pela QI 23 do Lago Sul)
Na sexta-feira (2), abrirá normalmente, das 9 às 17 horas.
A entrada custa R$ 5 por pessoa. Crianças de até 12 anos, idosos (acima de 60 anos) e pessoas com deficiência não pagam ingresso.
De terça a domingo, das 7 horas às 8h50, é permitida a entrada sem cobrança de ingresso somente a pedestres e ciclistas.
(61) 3366-5597
Jardim Zoológico
(Avenida das Nações, L4 Sul)
Será aberto normalmente no feriado, das 8h30 às 17 horas.
A entrada custa R$ 10. Crianças de 6 a 12 anos, estudantes, idosos (acima de 60 anos), professores e beneficiários de programas sociais do governo pagam meia-entrada.
Para crianças com até 5 anos de idade e pessoas com deficiência, o ingresso é gratuito.
Memorial dos Povos Indígenas
(Eixo Monumental, em frente ao Memorial JK)
Estará aberto normalmente, das 10 às 17 horas.
(61) 3344-1154 e 3342-1156
Museu Nacional
(Setor Cultural Sul, perto da Rodoviária do Plano Piloto)
Funcionará normalmente, das 9 horas às 18h30.
(61) 3325-5220 e 3325-6410
Museu Vivo da Memória Candanga
(Epia Sul, Lote D, Núcleo Bandeirante)
Abre normalmente, das 9 às 17 horas.
(61) 3301-3590
Torre de TV
(Eixo Monumental, s/n, Jardim Burle Marx)
O monumento está fechado para manutenção.
Torre de TV Digital
(Estrada Parque Contorno, DF-001, Bairro Colorado, subida para Sobradinho, após a Academia da Polícia Federal)
A visitação ocorre somente aos fins de semana e feriados. Portanto, na sexta-feira (2), estará aberta das 9 às 18 horas.
Os grupos são formados na hora, por ordem de chegada, com 27 pessoas por vez, segundo a capacidade dos elevadores.

BIBLIOTECAS

Biblioteca Pública de Brasília
(EQS 312/313)
Na sexta (2), estará fechada. No sábado (3), abrirá das 7h30 às 13h30 horas.
(61) 3245-5022
Biblioteca Nacional de Brasília
(Esplanada dos Ministérios, próximo à Rodoviária do Plano Piloto)
Estará fechada no feriado. Funcionará normalmente no sábado (3) e domingo (4), das 8 às 14 horas.
(61) 3325-6237

ESPAÇOS CULTURAIS

Casa do Cantador
(QNM 32, Área Especial, Ceilândia Sul)
Funcionamento normal.
(61) 3378-5067
Centro Cultural Três Poderes
(Praça dos Três Poderes, Esplanada dos Ministérios)
Abrirá das 9 às 18 horas.
(61) 3325-6244, 3323-3728 e 3326-7709
Cine Brasília
(106/107 Sul)
Funcionará normalmente.
(61) 3244-1660
(*) Por Dávini Ribeiro, Edição de Arte da Agência Brasilia

CURIOSIDADE


A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR

Gostaríamos  de saber do Marketing da Faculdade IESB se é proposital sua propaganda em outdoor de cabeça pra baixo na BR 020, próximo à entrada de Sobradinho I ou apenas uma estratégia mercadológica?   Ficou a dúvida !

Foto: Jornal de Sobradinho

terça-feira, 30 de outubro de 2018

BOLETIM DE OCORRÊNCIA NA REGIÃO NORTE DO DF - SOBRADINHO II


HOMEM PRESO POR DUPLA TENTATIVA DE HOMICÍDIO


Um homem foi preso por dupla tentativa de homicídio ocorrido em um bar na DF 150, em Sobradinho II, por volta das 21h30, deste domingo (28).

Policiais militares do Grupo Tático Operacional do 20º Batalhão (Gtop 40) receberam a informações dos disparos ocorridos no bar, na Fazendinha e foram verificar.

De posse da placa do veículo utilizado pelo suspeito a equipe foi até o endereço e lá encontrou o suspeito, que foi reconhecido pelas vítimas na 6ª Delegacia.

Por volta das 3h, da segunda-feira (29), a equipe recebeu a informação de que o carro, um Fiat / palio, usado no crime estaria abandonado em um matagal, na pista do Del Lago, acesso a rota do cavalo.

O carro foi localizado e dentro dele estava a arma usada, uma pistola com dois carregadores e três munições intactas e um cartucho deflagrado. O carro e a arma foram apresentados na delegacia.

(*) Fonte Eduardo Soares/ PMDF

SAÚDE / UTILIDADE PÚBLICA

Saúde pública oferece 18 tipos de vacinas

A rede pública de saúde de Brasília (DF) oferece à população, gratuitamente, 18 tipos de vacinas. As doses são aplicadas em 120 salas de vacinação, distribuídas em 28 regiões administrativas e em 23 áreas rurais.
Porém, a dose está disponível nos sete centros de referência para imunobiológicos especiais (Cries) do DF, também sob critérios do Ministério da Saúde. A vacina contra influenza é específica para grupos prioritários, definidos pelo Ministério da Saúde. Para estimular a imunização, uma campanha é feita anualmente — a de 2018 já foi encerrada.
·         Crie do Hospital Regional da Asa Norte
·         Crie do Hospital Materno-Infantil de Brasília
·         Crie do Hospital Regional de Ceilândia
·         Crie do Hospital Regional do Gama
·         Crie do Hospital Regional de Taguatinga
·         Crie do Hospital Regional de Sobradinho
·         Crie do Hospital Regional de Planaltina
Outras informações sobre vacinação pela rede pública do DF estão disponíveis no site da Secretaria de Saúde.
Entenda para que servem algumas das vacinas disponíveis:
·         BCG: protege contra a tuberculose, principalmente contra as formas mais graves da doença
·         Dupla adulto (dT): protege contra difteria e tétano
·         HPV: protege contra o vírus HPV, transmitido pelo contato de pele a pele
·         Influenza: protege contra as infecções respiratória virais que causam febre, coriza, tosse, cefaleia e mal-estar
·         Penta (DTP/Hib/Hep.B): protege contra difteria, tétano, coqueluche (bactéria Bordetella pertussis), infecções graves pelo haemophilus influenzae tipo B (inclusive meningite) e hepatite B
·         Vacina pneumocócica 10 valente (VPC10): previne cerca de 70% das doenças graves (pneumonia, meningite, otite) em crianças, causadas por dez sorotipos de pneumococos
·         Meningocócica C: protege contra a bactéria meningococo C, que pode causar meningite até 4 anos, em duas ou três doses. Um reforço aos 15 meses é recomendado
·         Pneumocócica 23 valente1: protege contra doenças causadas por 23 tipos de pneumococos (espécies de bactérias)
·         Tríplice Viral (SCR): previne contra sarampo, caxumba e rubéola.
(Foto: Andre Borges/Agência Brasília)

OS PRIMEIROS MOVIMENTOS DO NOVO GOVERNADOR DO DF

Ibaneis vai ao Planalto pedir por Brasília

O governador eleito de Brasília (DF), Ibaneis Rocha, reuniu-se com o presidente Michel Temer, na tarde dessa segunda-feira (29). No encontro, pediu providências para viabilizar medidas para aumentar a arrecadação da capital federal. Uma delas é a revisão do fundo constitucional. Ibaneis quer mais verba para contratar policiais militares com os recursos do fundo.

“Aqui temos uma diminuição do fundo constitucional a todo tempo. Porque toda vez que um policial se aposenta, esses recursos saem do fundo. Então eu tenho que contratar um novo policial e os recursos continuam lá. Então a análise que vai ser feita dentro do governo para que os aposentados passem a ser remunerados pelo regime de Previdência do governo federal, liberando os recursos para que a gente possa contratar novos policiais e melhorar a segurança”, disse o governador eleito.

Os fundos constitucionais são formados por 1% da arrecadação do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e têm como objetivo fomentar projetos nas regiões menos desenvolvidas do país.

Livre comércio

Ibaneis também conversou com Temer sobre a zona de livre comércio que quer instalar em Brasília. O novo governador quer abrir mão de impostos em troca de maior fluxo comercial na região. Sua ideia é aumentar o comércio, sobretudo, com as regiões Norte e Nordeste.

“Vai facilitar o comércio no Distrito Federal e nos transformará num hub de distribuição de produtos, principalmente para o Norte e para o Nordeste. Brasília precisa deixar de ser dependente do governo federal e partir para assumir sua característica, que é uma cidade de integração nacional”, disse. Segundo ele, Temer “mandou preparar as medidas necessárias” para encaminhar a pauta ao Congresso Nacional.

O governador eleito disse que Temer se mostrou disposto a ajudar nesses últimos meses de governo. “Ele quer ajudar o Distrito Federal. Acho que nesses dois meses já começa um trabalho, que continuará com Jair Bolsonaro”. Ibaneis acrescentou que as medidas que pleiteia não dependem do atual governador, Rodrigo Rollemberg, mas conta com Rollemberg, a quem derrotou nas urnas, se for necessário.

“Tenho certeza que o governador Rollemberg quer o bem de Brasília. Eu tenho certeza que qualquer medida que precisar do apoio dele, ele nos apoiará. Ele é um democrata, uma pessoa do bem, que gosta do Distrito Federal”.

(Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

LINHA DE CRÉDITO EMPRESARIAL

Banco Caixa financia 13º para micro, pequenas e médias empresas

A Caixa abriu linhas de crédito especiais para as empresas financiarem o pagamento do 13º salário de seus empregados. O banco destinou R$ 5,7 bilhões no período para as operações. Segundo a entidade, as linhas de crédito têm taxas de juros competitivas em relação ao mercado não só para o financiamento do 13º salário, como também do capital de giro para despesas diversas. Além do 13º, os recursos podem ser usados para pagamento de férias, impostos ou para equilibrar o fluxo de caixa e os estoques, conforme a necessidade de cada empresa. Mais informações pela internet (www.caixa.gov.br).

por Daniel Alcântara

CURSOS EM SOBRADINHO/DF


Senac abre vagas para diversos cursos em Sobradinho

O Senac está com as inscrições abertas para oito cursos na unidade de Sobradinho. As aulas terão início em novembro. Para matrícula, é necessário ir até a Central de Relacionamento da unidade, de segunda a sexta-feira, com os seguintes documentos e cópias: RG, CPF, comprovante de escolaridade e comprovante dos requisitos do curso escolhido. Mais informações: 3313-8877.

Dia 5 de novembro

Maquiagem Social – 60h
Técnico em Administração – 1.000h
Custos e Formação de Preços – 36h
Modelista – 210h
Faturamento de Serviços de Saúde – 96h


Dia 12 de novembro

Alterações no Departamento Pessoal com Implantação do E-social – 20h
Dia 19 de novembro

Excel – Criando Planilhas Interativas com Dashboard – 20h
Costureiro – 212h

Por  Fabíola Souza

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

MOBILIDADE URBANA / TRÂNSITO na REGIÃO NORTE DO DF


Informe para a população


O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) informa que terça-feira (30/10), das 14h às 15h, realizará bloqueio intermitente de aproximadamente 05 minutos em ambos os sentidos, na rodovia DF-003 (EPIA), sentido Brasília / Sobradinho próximo ao Km 3 e Sobradinho – Brasília próximo ao  Km 6, para execução do serviço de lançamento de 02 (dois) de cabos de fibra ótica.

A interdição é necessária para garantir a segurança dos técnicos envolvidos na operação em virtude da alta circulação de veículos médios e pesados que trafegam na EPIA.

Assessoria de Comunicação Social do DER/DF

ECONOMIA NO DISTRITO FEDERAL


Entidades do setor produtivo esperam diálogo com o novo governador do DF
Entre as principais demandas de empresários está a redução de impostos

"Queremos que o novo governador enxugue os gastos com o serviço público, responsável por sugar grande fatia das receitas geradas", Fernando Brites, presidente da ACDF
(foto: Carlos Moura/CB/D.A Press)

Ao sentar na cadeira de governador do Distrito Federal a partir de janeiro do próximo ano, Ibaneis Rocha (MDB) terá como uma das missões aquecer o setor produtivo da capital federal. Entidades que representam a categoria reagiram positivamente à eleição do emedebista, mas relembraram que o futuro governador fez diversas promessas durante a campanha e que eles atuarão como fiscalizadores para garantir que Ibaneis as cumpra.


No plano de governo, Ibaneis destaca a necessidade de políticas de incentivos fiscais, creditícios e econômicos, redução da burocracia, entre outros, para colocar o DF “na estrada do desenvolvimento econômico e sustentável” (leia quadro). Um dos principais pontos em que o futuro chefe do Executivo local pretende investir é na facilitação da abertura de empresas. O objetivo é que o processo dure até 48 horas.


O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Distrito Federal (Fecomércio/DF), Adelmir Santana, vê com bons olhos o investimento no microempreendedor, ele acredita que é necessário facilitar não só a abertura de mais empresas, mas também o acesso a crédito. Adelmir completa afirmando que Ibaneis deve fazer uma boa gestão. “Temos as melhores expectativas possíveis, mas pedimos que o governo se distancie de hábitos da velha política. Queremos que seja um governo moderno, sem vícios de políticos anteriores”, aponta.



"É necessário também uma Secretaria de Turismo atuante, com dinheiro suficiente para trazer eventos para cidade, o que aquecerá diversos setores", Jael Silva, presidente do Sindhobar
(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

Devido ao número de promessas feitas por todos os candidatos durante a corrida pelo Palácio do Buriti, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista (Sindivarejista), Edson de Castro, acredita que o futuro governador deve ter controle dos gastos para não comprometer o funcionalismo da cidade. “Sempre temos de ficar atentos para que haja dinheiro para pagamentos dos funcionários do setor, a cidade não pode parar. Ibaneis tem de colocar em prática tudo o que promete. Precisamos que haja diminuição dos impostos, muitas lojas fecham por causa disso e o desemprego aumenta”, analisa.


No último mês, a Câmara de Dirigentes Lojistas do Distrito Federal (CDL-DF) se reuniu com os seis candidatos mais bem posicionados nas pesquisas de intenção de voto e entregou uma carta com propostas para o setor. Ibaneis foi um dos que recebeu o material e se comprometeu a cumpri-las. “São propostas simples, que podem ser realizadas sem prejuízos para outras categorias. Uma delas é a retirada da Difal da alíquota, e também o começo de um projeto-piloto de revitalização da W3 Sul”, explicou o presidente da CDL-DF, José Magalhães.


A entidade escolheu não apoiar nenhum candidato nesse pleito, mas o presidente conta que a relação com Ibaneis se mostrou frutífera. “Ele entendeu nossas reivindicações, assumiu compromisso de realizá-los, e sinalizou que nossos pedidos são praticáveis.”



"Ele entendeu nossas reivindicações, assumiu compromisso de realizá-los, e sinalizou que nossos pedidos são praticáveis", José Magalhães, presidente da CDL-DF
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

Já a Associação Comercial do Distrito Federal (ACDF), que apoiou a candidatura de Rollemberg nas eleições de 2014, assumiu oposição ao socialista neste pleito. “Temos uma profunda mágoa com ele. Rollemberg montou um secretariado ideológico, que não tinha experiência no campo operacional”, comenta Fernando Brites, presidente da entidade.


Para o empresário, a chave para o sucesso de Ibaneis Rocha é uma atenção especial para o setor produtivo. “A produção local é o que paga as contas do Distrito Federal. Queremos que o novo governador enxugue os gastos com o serviço público, responsável por sugar grande fatia das receitas geradas”, critica o representante da ACDF.



"Ibaneis tem de colocar em prática tudo o que promete. Precisamos que haja diminuição dos impostos, muitas lojas fecham por causa disso e o desemprego aumenta", Edson de Castro, presidente do Sindvarejista
(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

Investimentos

Para a Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), Ibaneis terá como desafio impulsionar novos setores da economia além do de serviços, que é o principal componente do Produto Interno Bruto (PIB) no DF. “Desejamos uma gestão desenvolvimentista e competente, com foco especial em novas áreas econômicas, como a tecnologia”, explica o Jamal Bittar, presidente da entidade.


O Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Brasília (Sindhobar) pede que o novo governador tenha cuidado com as contas públicas, devido ao grande número de promessas feitas durante a campanha. “Nos preocupamos com o grande número de promessas que o Ibaneis fez. Ele diz que já vai dar aumento para diversas categorias no primeiro dia de mandato, o que pode ter impacto nos fundos públicos”, alerta Jael Silva, presidente da entidade.



"Pedimos que o governo se distancie de hábitos da velha política. Queremos que seja um governo moderno, sem vícios de políticos anteriores", Adelmir Santana, presidente da Fecomércio
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press)

O Sindhobar e mais 25 entidades voltadas à área do turismo enviaram para Ibaneis, na última semana, um documento com pedidos em relação ao setor. “Levantamos a importância da retirada da Difal da alíquota, pois o trânsito diferente dos impostos do DF está aumento os custos e reduzindo os lucros, isso está sendo muito negativo”, afirma Jael.


O representante da entidade explica também que o futuro governador deve levar em conta a importância de movimentar o cenário cultural e de eventos na capital federal. “Temos espaços urbanos, como o Teatro Nacional, há anos sem nenhum tipo de atividade. Precisamos colocá-los em funcionamento. É necessário também uma Secretaria de Turismo atuante, com dinheiro suficiente para trazer eventos para cidade, o que aquecerá diversos setores”, explica.



"Desejamos uma gestão desenvolvimentista e competente, com foco especial em novas áreas econômicas, como a tecnologia", Jamal Bittar, presidente da Fibra
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)


Para saber mais
Conheça quatro compromissos de Ibaneis Rocha para o setor produtivo:

Projeto Nossa Capital: restaurar o setor produtivo, de comércio e serviços, com base nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU);

Programa Empreende Fácil: reduz o tempo de abertura de empresas para 48 horas, facilitando o investimento, a atividade privada e a criação de novos postos de trabalho. O programa ainda disponibilizará capacitação para os empreendedores e inovação tecnológica mediante parceria com institutos de pesquisa, universidades e representantes do setor de tecnologia;

Reduzir a Carga Tributária (impostos e taxas), desonerando a atividade produtiva, comércio e serviços para aumentar a competitividade de empresas estabelecidas no Distrito Federal, mediante compensação social dos benefícios auferidos;

Criar a Junta Comercial do Distrito Federal (JCDF). Vinculada ao GDF, será uma ação prioritária, para integrar todas as ações relativas ao registro do comércio e abertura de empresas, reduzindo prazos e melhorando a qualidade do atendimento ao cidadão.

Tags : # setor produtivo  #promessas  #ibaneis  #governador

Fonte: PG Pedro Grigori - Especial para o Correio VG Victor Gammaro - Especial para o Correio

domingo, 28 de outubro de 2018

REGIÃO NORTE DO DF / SOBRADINHO


Django e o adestrador dele, Ricardo Textor, após reencontro — Foto: Reprodução/TV Globo
Django, cão farejador da Polícia Civil do DF, é reencontrado após 18 dias desaparecido

Animal foi recuperado em rodovia de área rural.
 
Django apresenta em delegacia resultado de operação: droga apreendida e criminoso preso — Foto: Reprodução

Após 18 dias desaparecido, foi encontrado o cão farejador Django, da Polícia Civil do Distrito Federal. Com 10 operações policiais de apreensão de drogas no currículo, o pastor belga malinois de 3 anos foi encontrado na área rural de Sobradinho, deitado em uma rodovia, depois de fugir.

Django está internado em um hospital veterinário, com quadro de fraqueza e desnutrição. O animal está se alimentando por sonda, mas se recuperando.

Para o adestrador dele, Ricardo Textor, ele é essencial para a corporação. “A gente recebeu relatos de que algumas pessoas jogaram pedras nele, porque ele é grandão. Ele estava com medo. Até que um morador ligou e disse que ele estava caído em uma rodovia, ruim.”
 
Django e adestrador durante atividade — Foto: Reprodução


Segundo Textor, Django deve ter ficado cinco dias sem comer porque está com a boca ferida, infeccionada. A previsão é de que ele se mantenha internado por mais 10 dias para voltar à ativa daqui a poucos meses.

Ele também explica o que ocasionou a fuga: “Viajei por dois dias, deixei o Django no canil de um amigo e, de tão esperto, ele conseguiu quebrar o teto”.

Django recebendo cuidados em veterinária — Foto: Reprodução/TV Globo


A busca por Django envolveu até uma colega, a cadela Agnes, pastor alemão dos bombeiros. Uma armadilha também foi feita para tentar localizá-lo. “O comportamento dele ajuda, é dócil”, afirmou o veterinário Neander Costa.
  
Por G1 DF e TV Globo