Pesquise neste blog

domingo, 8 de dezembro de 2013

COLUNA TEXTOS & TEXTOS Por Geraldo Lima

A VIDA UM POUCO MELHOR



*Geraldo Lima

Das coisas legais que deram certo aqui no Distrito Federal, apesar das mazelas políticas e tais, o respeito à faixa de pedestres é algo que nos deixa orgulhosos. Há, certamente, os infratores, os que fecham os olhos, pisam no acelerador e vão em frente, dando a mínima para o pedestre. Mas esses são repudiados veementemente pela maioria que zela por esta conquista. Vez ou outra, o passar sem atender ao pedido do pedestre é fruto da desatenção, um lapso, mas nada que não se possa entender ou perdoar.

O fato é que a existência das faixas de pedestres exige de nós, motoristas e pedestres, um pouco mais de atenção. E essa disciplina só pode nos fazer bem. O respeito à vida do outro nos eleva cultural e espiritualmente. Já não nos encontramos no estado natural, onde prevalece a lei do mais forte. Se vivemos na cidade, num Estado de Direito, na Civitas, como diria Spinoza, o certo é que façamos valer o sentido de preservação. Viver e deixar que se viva.
  
Parece-me que, sem dúvida alguma, a cultura do respeito à faixa de pedestres se enraizou entre nós. Hoje, por exemplo, durante um trânsito intenso numa das vias públicas de Sobradinho, vi uma cena fantástica e, por que não?!, comovente. Dois cachorros chegaram junto ao meio-fio, fizeram aquela paradinha básica para dar tempo de os carros frearem e depois atravessaram, calmamente, sobre a faixa de pedestres. É isso, aqui até os cães têm direito de atravessar a rua sem serem atropelados.

UM FELIZ NATAL E UM ANO NOVO REALMENTE BOM PARA TODOS.

(*) Geraldo Lima é professor, escritor, dramaturgo, roteirista e colabora com o Jornal de Sobradinho.

Nenhum comentário: