Pesquise neste blog

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

SAÚDE: HOSPITAL DE SOBRADINHO RECEBE ESTUDANTES PARA INTERNATO DO CURSO DE MEDICINA

Alunos do 5º e 6º períodos cumprirão carga horária exigida pela ESCS

Durante 12 meses, 40 estudantes do 5º e 6º períodos do curso de medicina cumprirão internato no Hospital Regional de Sobradinho (HRS). Os alunos da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) serão orientados e avaliados por profissionais específicos do hospital e, além de aprender sob supervisão, contribuirão no atendimento à população.

Conforme o diretor do Hospital, Job Pinheiro, o internato no hospital público fará diferença, pois além de ser uma etapa do curso de medicina, formará profissionais mais humanos. “Espero que contribua de uma forma positiva na formação de vocês, o que é fundamental para a preparação do médico e do cidadão”, diz o diretor aos alunos.

Para as estudantes do 5º ano, Ana Victória Porfírio, 23 anos, e Ana Luiza Alves, 24 anos, é um momento muito esperado para elas, um momento de aprendizagem, um passo muito importante para concluir a formação profissional. “Esperamos quatro anos para chegar aqui”, conta Ana Victoria.

Os estudantes receberão formação de conteúdo teórico e prático, farão estudo de casos, acompanharão pacientes sob supervisão e serão avaliados por profissionais responsáveis por acompanhar os mesmos. Os alunos ficarão 12 semanas em cada uma das clínicas do hospital, envolvendo Clínica Médica, Cirúrgica, Pediatria e Ginecologia-Obstetrícia.

Segundo a coordenadora do internato, Marta Moura, esse é um momento de formação do profissional, importante no que se refere à construção do médico. “É um grande desafio, há a responsabilidade de garantir a qualidade do médico do futuro”, declara.

As médicas Claudia Zaramello e Paula Nogueira fazem parte do grupo de profissionais, responsável pelos estudantes no HRS. Claudia ressalta que é uma questão de vocação e se sente muito satisfeita em passar para frente seus conhecimentos. A médica Paula acredita que é um trabalho social, está preparando os médicos que atuarão no futuro. “É transmitir aquilo que você sabe para quem estas seguindo o caminho, instruir médicos que cuidarão de mim amanhã”, diz.

Por Fernanda Azevedo, da Agência Saúde DF


Nenhum comentário: