Pesquise neste blog

segunda-feira, 8 de junho de 2015

ARTIGO: Aos Heróis do Fogo Nossa Gratidão!

(*) Olavo da Silva Aguiar.



Continuem seguindo os caminhos da vocação. Foi um Imperador Babilônico quem deu o pontapé inicial na criação do que hoje chamamos de “Corpo de Bombeiros.” O Imperador Hamorabi, no século XVII A.C, fez um código chamado código de Hamorabi, que elegia diversas normas e métodos para o controle de catástrofes, incluindo os incêndios. Do código de Hamorabi existem artigos que até hoje, depois de convertidos em leis, ainda estão em vigor. No Brasil, foi em 1856, no Rio de Janeiro, a criação do primeiro Corpo de Bombeiros. Portanto, 159 anos salvando vidas. O Bombeiro é o herói de todo menino ou menina. As crianças ficam maravilhadas, quando da passagem de um carro de Bombeiros, mesmo sabendo que ele está indo atender alguma coisa não muita boa, sim, porque nunca são chamados para uma festa, mas para ajudar alguém em dificuldades. Eles trabalham salvaguardando a vida, que é o bem mais precioso. E uma das poucas Instituições que merecem nosso aplauso e reconhecimento. Milhares já morreram tentando salvar a vida de outras pessoas ou tentando minimizar prejuízos alheios. Ninguém é Bombeiro por acaso, é necessário ter vocação para fazer o bem e ter consciência social e interesse pelos problemas da sociedade. As pessoas que ingressam no Corpo de Bombeiro não são atraídas pelos salários, até porque são baixos, e sim pelo ideal brilhante de fazer o bem. E comum passar despercebido pela sociedade e até pelo Estado o valor e a importância da profissão. Os Bombeiros Militares estão diuturnamente preparados, prontos esperando o momento de acionamento para sair, para salvar vidas, com o risco da própria vida. Enquanto a Cidade dorme o Bombeiro está de plantão pela nossa segurança. Portanto, “continuem seguindo os caminhos da vocação.”

Exclusivo para Edição 281 de Junho de 2015 do JS.

(*) Por Olavo da Silva Aguiar/ Pioneiro, Fundador da ACIS - Associação Comercial e Industrial de Sobradinho e colabora com o  JS - Jornal de Sobradinho.

Nenhum comentário: