Pesquise neste blog

Secretaria de Estado da Casa Civil - DF

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

CULTURA

Bienal Brasil do Livro e da Leitura começa nesta sexta (21)

Abertura da terceira edição será no Mané Garrincha, às 9 horas. Até 30 de outubro, feira terá exposições literárias, homenagens e shows musicais

(*) VINÍCIUS BRANDÃO

Começa nesta sexta-feira (21) a 3ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura, no espaço bienal, construído no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha. A abertura será no Auditório Nelson Rodrigues, às 9 horas, e a feira segue até 30 de outubro. A programação inclui exposições literárias, homenagens a autores e shows de artistas.

Ilustração: Lidiane Holanda/Agência Brasília

A cada edição, fazem-se duas homenagens a autores literários — um brasileiro e um estrangeiro. Neste ano, serão homenageados a poetisa, professora e filósofa Adélia Prado (dia 21, às 20 horas) e o sociólogo português Boaventura de Sousa Santos (dia 27, também às 20 horas).

Na sexta-feira (28), Boaventura receberá o título de cidadão honorário de Brasília às 11

horas. As três cerimônias serão no Auditório Nelson Rodrigues.

Músicos como Arnaldo Antunes, Chico César e Zizi Possi farão apresentações

Ainda hoje (21), haverá um sarau poético no palco Leminski, a partir das 21 horas, para apresentação de livros independentes. A área do palco estará reservada nos dias da feira para a Bienal Independente, versão menor do evento voltada para a produção separada de grandes distribuidoras. O espaço terá participação de 30 selos e editoras com publicações à venda.

Às 22 horas de hoje (21), o músico Arnaldo Antunes fará show no palco Torquato Neto. Ele será o primeiro de cinco artistas a fazer apresentações musicais. Chico César e Zizi Possi estão entre os destaques musicais.
Histórico da Bienal Brasil do Livro e da Leitura em Brasília

A versão de Brasília da Bienal Brasil do Livro e da Leitura ocorre a cada dois anos desde 2012. Assim como a primeira, a de 2014 foi na Esplanada dos Ministérios. A feira mudou para o Mané Garrincha para dar outros usos ao estádio. O acesso é livre e gratuito, e a expectativa é que o público supere o de versões anteriores, que registraram, cada uma, a presença de mais de 300 mil visitantes e 70 mil estudantes da rede pública de ensino.

"Desde o início do ano, fizemos circuitos de feiras literárias com várias administrações regionais, apoiamos a Feira do Livro de Brasília e agora a bienal"Guilherme Reis, secretário de Cultura

Segundo os números divulgados para o evento de 2016, mais de 170 expositores, entre editoras, cafés e autores independentes, farão parte das exposições. Cerca de 120 escritores participarão de atividades como sessões de autógrafos e lançamento de livros.

governo de Brasília apoia a 3ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura por meio da Secretaria de Turismo, que cedeu o espaço do Mané Garrincha, e da Secretaria de Cultura, que repassou R$ 1,45 milhão de emendas parlamentares.

O secretário de Cultura, Guilherme Reis, diz que a pasta está empenhada em apoiar a cultura literária em Brasília. “Desde o início do ano, fizemos circuitos de feiras literárias com várias administrações regionais, apoiamos a Feira do Livro de Brasília e agora a bienal”, enumera.

Fonte: Vinicius Brandão, da Agência Brasília

Nenhum comentário: