CLDF - BLOG DO EMICLES

CONSELHOS TUTELARES 2019 - BLOG DO EMICLES

Pesquise neste blog

domingo, 6 de janeiro de 2019

SOBRADINHO II tem novo administrador regional


Alexandre Yañez
Administrador completa trilogia na região serrana

(*) Júnior Nobre/JS

Nascido no hospital da cidade serrana, o administrador de empresas Alexandre Yañez, volta à cena política da cidade de Sobradinho aos 49 anos, com o entusiasmo que sempre motivou sua vida e a de seus familiares, no cargo de administrador regional de Sobradinho 2, na gestão do governador Ibaneis Rocha, que se elegeu com promessas de ir até onde o povo está e dar uma cara nova às regiões administrativas do Distrito Federal. Filho da Maria José, aposentada da enfermagem do hospital regional e do saudoso mestre de obras da Novacap Álvaro, “Seu Espanhol”; estudou sempre em escola pública e jogou futebol amador em vários locais como o Bancrevea, Sodeso, com o sr. Turchello, Marinalvo etc. Uma infância e adolescência, feliz e tranquila.

Em 2008 a 2010, ocupou pela primeira vez a administração regional de Sobradinho 1, sendo o primeiro nascido na cidade. Dentre as suas principais obras está a Feira Modelo e as interligações das quadras, que melhorou o fluxo viário da cidade. Com a projeção do seu trabalho, foi indicado para ser o primeiro administrador da região administrativa da Fercal, onde sempre foi gerência. O começo do trabalho foi com muita resistência, mas sua persistência e trabalho constante, conseguiu quebrar barreiras e fazer um bom trabalho, focado em obras necessárias àquela comunidade.

Na Fercal, foi o responsável pela cobertura da Feira, localizada no Engenho Velho, duplicação da captação de água e troca de rede da Caesb, centenas de metros de calçadas e iluminação de vários pontos e troca de transformadores em quase todas as 14 comunidades, construção de duas pontes, na PA Contagem e na Flor de Liz. Levando infraestrutura em um local carente.


Gestão

Na opinião de Yañez, em Sobradinho 2, uma cidade ainda em formação a principal reclamação é o problema de segurança, que teve a oportunidade de ouvir as reclamações no período de campanha eleitoral em 2018, estando diariamente em contato com os moradores da região. “Não existe essa de ter hora para o ladrão roubar, ser assaltado e o cidadão precisar da polícia. Isso não existe. Que é o período que a delegacia de polícia está fechada. A partir de agora a delegacia de Sobradinho 2 será reaberta”, esclareceu o administrador Yañez.

Já arregaçando as mangas, Alexandre informou que o tapa-buracos já inicia na próxima semana. Já está em contato com a empresa que irá iniciar os trabalhos de infraestrutura, que na sua opinião conta muito. “O Setor de Mansões e a Vila Rabelo, que fazem parte da região administrativa, estão em uma situação muito crítica, e vamos já mapear as soluções”, relatou.

“Vamos andar novamente nas ruas e nos comércios para conversar com a população e com as lideranças sobre o que eles acham que devem ter prioridade e outras obras a médio e longos prazos. Vamos saber o que mais dói, onde o calo aperta e passar para o governador Ibaneis. Tenho certeza que seremos atendidos”, esclareceu Yañez, que afirma ter visto Sobradinho 2 nascer.

Sobre o recém-inaugurado campo do Caveirão, que já teve muitos alagamentos que ainda falta uma drenagem de qualidade e foi inaugurado com um banheiro químico, já foi retirado, o novo administrador afirma que irá transformar esta situação com a construção de um vestiário com banheiros que poderá ser utilizado pelos atletas da Terceira Idade e pelos jogadores de futebol.

O Buritizinho precisa de muitas benfeitorias e ele promete olhar pelo setor. Colocar uma infraestrutura no Parque Canela da Ema, com cercamento decente e transformar o local em realidade, com a preservação do ribeirão de Sobradinho e a reativação do grupo que luta pelo meio ambiente e se colocar totalmente à disposição, com um vigia para o local, também são definições já convictas.

“Não sou contra o desenvolvimento. A cidade não pode ficar parada no tempo. A nova cidade Urbitá se impactar em Sobradinho 2 na questão de água, luz, esgoto e escolas públicas, vamos ter que estudar com cuidado. No Setor de Mansões, precisa de iluminação, endereçamento postal (o Uber não consegue achar o endereço certo); e recapeamento asfáltico, temos 4 anos para fazer tudo isto, disse Yañez. Em relação à reivindicação do setor produtivo das micros e pequenas empresas por um espaço próprio, Alexandre informa que estará ao lado deles.

Outro ponto que ressaltou é a parceria que irá fazer com os novos administradores da Fercal e Sobradinho, Fernando Gustavo Lima da Silva e Dr. Eufrásio Pereira da Silva respectivamente, pois ambos são amigos de longa data. “Meu padrão de trabalho é não fazer falsas promessas. Gosto de executar e mostrar o trabalho pronto. Estou entrando agora e peço um pouco de paciência até tomar pé da situação. A população terá um guerreiro ao lado dela para todas as reivindicações coletivas que são justas e legais”, finalizou o administrador.

(*) Por Emicles Nogueira Nobre Júnior (Júnior Nobre) /JS – DRT 12050/DF   - Edição Zuleika Lopes - Fotos Claudio Anjos

Nenhum comentário: