Pesquise neste blog

Carregando...

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Seis condomínios do Grande Colorado mais perto da regularização


Projetos de parcelamentos do solo foram aprovados hoje pelo Conplan

Foto: Toninho Tavares/Agência BrasíliaSeis condomínios do Grande Colorado mais perto da regularização
Seis condomínios do Setor Habitacional Grande Colorado, em Sobradinho II, estão mais perto de serem regularizados: Colorado Ville, Solar de Athenas, Vivendas Colorado, Vivendas Colorado II, Jardim Europa e Jardim Europa II. O Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) aprovou nesta quinta-feira (28) os projetos de parcelamentos do solo desses residenciais.
As áreas contempladas pela decisão fazem parte da antiga Fazenda Paranoazinho, adquirida por um único empreendedor, a Urbanizadora Paranoazinho — responsável por todo o processo de regularização da área particular do Grande Colorado.
Agora, os projetos de parcelamentos deverão passar pela análise da Secretaria de Gestão do Território e Habitação. Em seguida, uma minuta de decreto será encaminhada à Casa Civil para possibilitar o registro dos loteamentos em cartório.

Fonte: Agência Brasília

UTILIDADE PÚBLICA: Empresas de transportes públicos realizam campanha do agasalho


Piracicabana e TCB arrecadam doações até 15 de junho

“O seu gesto vai aquecer a vida de quem mais precisa” – com esse tema tem início a Campanha do Agasalho realizada pela empresa de ônibus viação Piracicabana com o apoio da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB). A campanha começa nesta segunda-feira (1) e vai até 15 de junho.

O objetivo da campanha é estimular a sociedade e o usuário de transporte coletivo a doar o agasalho quando for pegar o ônibus ou deixar nos pontos de coleta. Ao todo serão 510 ônibus da Piracicabana e da TCB recolhendo os agasalhos dentro dos próprios veículos que estarão com sacolas próprias nas linhas do Plano Piloto, Sudoeste, Aeroporto, Sobradinho, Planaltina e Paranoá.

“Esta é a segunda campanha social que estamos realizando. No ano passado foi a campanha do natal, com doação de brinquedos, e conseguimos aproximadamente três mil doações. É importante que a sociedade participe e nos ajude mais uma vez a fazer desta campanha do agasalho um sucesso para ajudar outras pessoas”, enfatizou o diretor da Piracicabana, Fausto Mansur.

O usuário, em sua rotina diária de transporte, pode levar o agasalho sem ter que se locomover a uma instituição para contribuir. “Essa é uma grande iniciativa da Piracicabana e a TCB não poderia ficar de fora. Com um pequeno gesto, podemos salvar vidas. Os agasalhos que arrecadarmos serão doados na comunidade rural. Eu peço que toda a população e os usuários do transporte coletivo nos ajudem nessa campanha”, solicitou o presidente da TCB, Jean Marcel.

Campanha do Agasalho 2015
Período: De 1 a 15 de junho de 2015 nas linhas operadas pela Piracicabana e TCB.
Pontos de coleta: dentro dos próprios ônibus ou nos pontos fixos – terminais rodoviários do Plano Piloto, Sudoeste, Asa Sul, Sobradinho, Planaltina, Paranoá, Varjão, Aeroporto, nas garagens das empresas e na sede do 14º Batalhão de Polícia Militar de Planaltina (DF).

Endereço das garagens:
Piracicabana – SGON Quadra 6 Lote Único Bloco H (61) 3038-4647
TCB – SGON Quadra 6 Lote único Bloco A (61) 3344-2769

Mais informações:
Assessoria de Comunicação Social da TCB
Assessora de imprensa: Gerlane Alves
Telefones: 9166-0726/3344-2769



Fonte:  Fannya Brito


Amanda Amaral dos Santos é a mais nova Miss Sobradinho 2015




Sobradinho teve uma noite glamourosa nesta quinta-feira (28). Quatorze meninas brilharam no palco do Teatro de Sobradinho para representar a cidade no Miss DF.

O jurado foi composto por autoridades do Distrito Federal e craques da beleza em concursos. Eram eles: Secretario de Justiça e Cidadania, Dr. João Carlos Souto, a Presidente da Câmara Legislativa, Dep. Celina Leão, o Deputado Distriral Raimundo Ribeiro, o Administrador Regional de Sobradinho, Dr. Divino Sales, o Tenente Coronel de 13º Batalhão da PM, Rogério Brito de Miranda, a Miss Plus Size 2015, Ana Paula Damasceno, a Empresária e Proprietária da Não+Pelo, Nara Cardoso, o Coordenador Geral do Miss DF, Cloves Nunes, o Diretor Operacional do Miss DF, Lio Rodrigues, o jornalista Marcio Macrini e o cabeleleiro do Miss DF, Carlos Araújo.

O organizador do Miss DF ,Cloves Nunes, ajudou na realização do evento junto com a Administração Regional  e parcerias. Eram eles: o Salão You Enjoy Hair e Make Up; Loja Laços de Amor; SS Transportes; Wizard - Escola de Indiomas; Scouting - Agência de Modelos; Não+Pelo; BSB Plus Size; Banda 5inco; Salão Denise Neri; Suelen Modas; Ecofossa; CJ Fitness; BRG Roteiro e Iluminação e Mirantes Filmagens.

As belas esbanjaram beleza e charme em três entradas na passarela.

A primeira teve uma animada coreografia elaborada pelo professor da Scouting Roberto Schiavinato, embalado pela música Shake Off com a apresentação da banda 5inco no estilo dos desfiles internacionais.

Depois,as candidatas desfilaram de biquíni e traje de gala.

Os apresentadores Ana Paula Neves e Thiago Nascimento criaram aquele clima de suspense para divulgar o nome da vencedora que foi a jovem Amanda Amaral dos Santos.

O segundo lugar ficou para Kamila Jhoplin e terceiro,Tawanna Mendes.

Amizade em alta

Todas as participantes passaram o dia juntas. O que era para ser uma disputa resultou em um novo grupo de novas amigas. A organização do evento também teve um carinho especial com as participantes e todos comemoraram a vitória de um ótimo evento na programação de 55 anos de Sobradinho.










Fonte:  Organização Miss Sobradinho 2015 / Fotos: Hmenon Oliveira

UTILIDADE PÚBLICA: AVISO DE FALTA D’ÁGUA





A Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal - Caesb comunica que realizará melhorias no sistema de abastecimento de água na próxima terça-feira (02/06/2015) e, para isso, o abastecimento de água será interrompido das 8h às 18h nas seguintes localidades:

SOBRADINHO:
Grande Colorado: Condomínios Vivendas Friburgo, Jardim Europa I e Colorado Ville;
Mini Chácaras: Toda a localidade

A Companhia informa, ainda, que de acordo com o artigo 66 do Decreto nº 26.590, de 23 de fevereiro de 2006, que regulamenta a Lei Nº. 442, de 10 de maio de 1993, que dispõe sobre a classificação de tarifas dos serviços de água e esgotos do Distrito Federal, todo imóvel com ligação de água deve ser dotado de reservatório com capacidade para um dia de consumo, ou seja, 24 horas. Com isso, os usuários não deverão ser afetados pela interrupção no fornecimento de água.

Mais informações para imprensa pelo número: 3213-7117.
Mais informações para a população pelo número: 115

TRF condena corte privada de Sobradinho após uso de brasões da República



Decisão sai no dia em que nova lei amplia os poderes das câmaras de conciliação. Ainda cabe recurso

(*) Eduardo Militão

No mesmo dia em que foi publicada lei que ampliou os poderes das câmaras de conciliação, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) determinou que um desses órgãos privados de solução de conflitos seja multado em R$ 55 mil por simular ser um órgão do Poder Judiciário. O Tribunal de Mediação e Justiça Arbitral do Distrito Federal (TJMADF) utilizava brasões e símbolos nacionais, mesmo sendo uma instituição privada. O objetivo era dar “confiabilidade” à câmara.

A 5ª Turma condenou, na quarta-feira, o TJMADF e seus dirigentes a pagarem indenização de R$ 50 mil, mais R$ 5 mil em honorários advocatícios. O julgamento foi unânime. O desembargador Néviton Guedes e o juiz convocado André Vasconcelos seguiram o voto do desembargador Antônio de Souza Prudente. Cabe recurso da decisão. A reportagem não localizou o TJMADF, que funcionava em Sobradinho, e seus representantes, como o presidente, Evandro Kalume Pires.

Ele afirmou à Corregedoria do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios — esse, sim, um órgão público — que usava os símbolos oficiais para dar mais credibilidade ao TJMADF. “Toda instituição depende, para sobreviver, da confiabilidade de todos na sua imagem”, disse Kalume, no documento reproduzido no voto do desembargador Souza Prudente. A ação foi movida pelo Ministério Público e pela União, que haviam sido derrotados em julgamento na 2ª Vara Federal na tentativa de multar o tribunal de arbitragem.

Souza Prudente, entretanto, afirmou que houve irregularidade na atuação do órgão de conciliação, que agiu conscientemente. Havia “a intenção de conferir suposto caráter oficial a documentos e impressos particulares, com expressa vedação da Lei nº 9297/96”, segundo o relator do processo. Para o magistrado, o usuário do TJMADF estava sendo iludido. “A abusividade da prática noticiada nos autos atenta, também, contra a norma do Código de Defesa do Consumidor.” O artigo 37 da lei diz que se trata de propaganda enganosa quando é “capaz de induzir a erro” o consumidor sobre as características e a natureza de um produto ou serviço.

Perito remunerado
Os tribunais de arbitragem são uma das soluções para desafogar o Judiciário, com apoio de vários juristas e do Ministério da Justiça. Eles pretendem resolver causas entre particulares de maneira sigilosa. O árbitro é uma espécie de perito remunerado pelas partes para dar conta de conflitos cíveis e empresariais.

Com a nova lei, que passa a valer daqui a 60 dias, as câmaras de conciliação ampliarão sua atuação para contratos com o poder público e com o consumidor. No primeiro caso, os tribunais de arbitragem deverão agir de maneira transparente e sem sigilos. No caso dos consumidores, não poderão ser resolvidas disputas sobre contratos de adesão, como telefonia, eletricidade, saneamento e tevê por assinatura.

Isso é flagrantemente inconstitucional e abusivo. Determina competência aos árbitros para modificar as decisões do Judiciário. O árbitro se coloca como revisor de um Poder Judiciário republicano”Antônio Souza Prudente, desembargador do TRF-1

R$ 55 mil é o Valor da multa aplicada ao Tribunal de Mediação e Justiça Arbitral do DF


(*)Por  Eduardo Militão/CB

Na Hora volta a funcionar


Foi assinado, na tarde de quinta-feira (28), o contrato emergencial com a empresa ATP, vencedora do chamamento público feito em 13 de maio pela Secretaria de Justiça e Cidadania. Ela prestará, nas seis unidades do Na Hora de Brasília, os serviços de informática, de transmissão de dados (internet) e agendamento, além de entrar com funcionários terceirizados — que correspondem a uma parte dos trabalhadores dos postos.

O contrato tem validade de até 180 dias e é de R$ 5.940.066,48 — valor que será pago com orçamento da secretaria. A ATP tem cinco dias úteis para entrar em atuação. Enquanto isso, a B2Br, que operava anteriormente, presta os serviços tecnológicos até que a nova contratada se estabeleça. O atendimento nas unidades foi normalizado na tarde de hoje, após a empresa acatar decisão judicial de manter toda a estrutura física necessária ao Na Hora.

Na seleção, duas companhias apresentaram condições de oferecer os serviços: a ATP e a B2Br. A diferença entre os valores apresentados foi de R$ 432 mil.

O contrato teve o aval da Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF), que encaminhou, em 27 de maio, à Secretaria de Justiça e Cidadania, parecer em que opina pela possibilidade de contratação direta, por dispensa de licitação. O órgão levou em consideração diversos critérios previstos em lei, como o fato de já ter sido aberto, este ano, processo licitatório em que nenhuma empresa foi contemplada.

A Procuradoria recomendou à secretaria que seja promovida a abertura de procedimento licitatório regular para a contratação do serviço, em paralelo à emergencial. De acordo com a pasta, os procedimentos para isso vêm sendo feitos.

Entenda o caso
O contrato emergencial com a B2Br foi encerrado no dia 24 deste mês. O aviso prévio de 170 funcionários que trabalhavam na triagem e na distribuição de senhas terminou na terça-feira (26), e a Subsecretaria de Modernização e Atendimento ao Cidadão da Secretaria de Justiça e Cidadania fez uma força-tarefa para garantir o funcionamento. No entanto, por volta do meio-dia de quarta-feira (27), os serviços prestados nos postos foram suspensos, após a empresa cortar o link de transmissão de dados.

Na madrugada desta quinta-feira (28), o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios deferiu liminar em ação ajuizada pela PGDF que obriga a empresa B2Br a manter toda a estrutura física necessária ao atendimento do Na Hora. A decisão vale até o fim do julgamento do agravo de instrumento, ajuizado pela PGDF nesta quarta-feira (27), ou até que seja efetivada a contratação emergencial — o que ocorrer primeiro. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 100 mil.

Está em reconhecimento de dívida pelo governo de Brasília o valor de R$ 7.039.813,08, referente aos trabalhos da B2Br no período de julho a novembro de 2014. Os pagamentos deste ano estão em dia.


Fonte: Agência Brasília

TCDF confirma falta de recursos no governo



O Relatório Preliminar de Auditoria sobre a Disponibilidade de Caixa, divulgado pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal, mostra que o valor deixado em caixa em 31 de dezembro de 2014 era insuficiente para que o novo governo pagasse os compromissos no quinto dia útil do ano, no valor de R$ 1,5 bilhão, e outras despesas referentes ao ano passado. Assim como o governo de Brasília informou em 5 de janeiro, o tribunal confirma que havia apenas R$ 64.201,07 na conta única do Tesouro. Segundo o governo, apenas recursos dessa conta poderiam ter sido usados para pagamentos, uma vez que os valores disponíveis nas outras contas tinham destinação específica, ou seja, eram vinculados.

TCDF

Segundo o Tribunal de Contas, no último dia do ano passado, havia R$ 17.229.239,94 nas mais de 1,4 mil contas do governo. Desse valor, diz o tribunal, R$ 4.729.777,41 estavam disponíveis. A Secretaria de Fazenda ainda não recebeu o relatório e não sabe dizer como o tribunal chegou a esse valor, mas ressalta que ele também não seria suficiente para honrar os compromissos e as dívidas deixadas pelo governo passado. O secretário de Fazenda, Leonardo Colombini, explica que a gestão anterior, segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal, teria de ter deixado em caixa recursos para pagar despesas de 2014, o que não aconteceu. Além dos pagamentos a servidores referentes a dezembro, ficaram para o novo governo quitar R$ 1 bilhão de despesas de exercícios anteriores e R$ 887 milhões de restos a pagar.

Cabe ao Tribunal de Contas analisar as contas públicas. A equipe do tribunal esteve na Secretaria de Fazenda e recebeu todas as informações. Em 31 de dezembro de 2014, o Sistema Integrado de Gestão Orçamentária (Siggo) registrava R$ 1.041.882.865,01, mas isso se trata de contabilidade, não de disponibilidade financeira, dizem o tribunal e a Fazenda. “Esse valor soma todos os fundos, inclusive de previdência de servidores, que não pode ser usado para outros fins. São recursos que têm destinação específica”, explica Colombini. Ele ressalta que houve dificuldade, no período de transição do governo, para obter dados. “Só tomamos conhecimento da real situação financeira em 2 de janeiro.” Quando receber o relatório, o governo terá 30 dias para fazer as considerações.


Fonte:Agência Brasília

CONDOMINIOS: Grande Colorado fica perto da legalidade



Seis condomínios do Setor Habitacional Grande Colorado, em Sobradinho II, estão mais perto de serem regularizados: Colorado Ville, Solar de Athenas, Vivendas Colorado, Vivendas Colorado II, Jardim Europa e Jardim Europa II. O Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) aprovou nesta quinta-feira (28) os projetos de parcelamentos do solo desses residenciais.

As áreas contempladas pela decisão fazem parte da antiga Fazenda Paranoazinho, adquirida por um único empreendedor, a Urbanizadora Paranoazinho — responsável por todo o processo de regularização da área particular do Grande Colorado.

Agora, os projetos de parcelamentos deverão passar pela análise da Secretaria de Gestão do Território e Habitação. Em seguida, uma minuta de decreto será encaminhada à Casa Civil para possibilitar o registro dos loteamentos em cartório.



Por Marcos Machado/do plenario

EMPREENDEDORISMO: Senac oferece mais de 700 vagas em 44 cursos gratuitos




O Senac está com inscrições abertas, de 1º a 18 de junho, para 732  vagas em  44 cursos técnicos e de formação inicial e continuada do Programa Senac de Gratuidade (PSG). O ingresso nos cursos será por ordem de inscrição do candidato, que deve ser feita de forma presencial, nos Centros de Educação Profissional do Senac-DF onde o curso será realizado. As inscrições poderão ser efetuadas de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h15, e aos fins de semana somente nas unidades da 903 Sul, Gama e Taguatinga – aos sábados das 9h às 15h15 e domingos das 8h às 14h15, exceto recessos e feriados.

"O PSG é mais uma ação da instituição para promover a inclusão social. Resultado de um acordo feito entre o Senac e o Governo Federal, o programa é voltado para jovens de baixa renda que buscam o seu primeiro trabalho com carteira assinada; pessoas que já atuam na esfera produtiva e desejam se requalificar para crescer profissionalmente; e demais brasileiros que necessitam gerar renda para abrir o próprio negócio ou atuar no mercado informal" explica o presidente do Senac-DF, Adelmir Santana.

No Distrito Federal, para participar, é necessário atender aos requisitos de acesso do curso escolhido, estar matriculado ou ser egresso da Educação Básica (Ensino Fundamental ou Ensino Médio), ser trabalhador desempregado ou empregado e ter renda familiar mensal per capita de até 2 (dois) salários mínimos federais. No ato da inscrição, os interessados devem levar o documento oficial com foto e o CPF, comprovante da escolaridade exigida para o curso, e comprovante de baixa renda (carteira de trabalho ou uma autodeclaração de renda).

Entre os 44 cursos oferecidos destacam-se o de Gerenciamento e Responsabilidade Técnica de Estabelecimento de Embelezamento e Estética e o de Gestão do Trabalho, Microbiologia e Biossegurança em Serviços de Embelezamento e Estética, criados para que profissionais de salões de cabeleireiros, barbearias e clínicas de estética possam se adequar à norma regulamentadora nº  6/2014 da Vigilância Sanitária que estabelece padrões mínimos sanitários e diretrizes gerais para os empreendimentos.

Os demais cursos disponíveis são Administração em Serviços Hospitalares, Agente de Alimentação Escolar, Assistente Administrativo, Assistente de Pessoal, Assistente de Recursos Humanos, Bartender, Cabeleireiro, Cerimonial e Protocolo para Eventos, Confeiteiro, Corte e Escova – Tendências Atuais, Costureiro, Cuidador de Idoso, Design de Sobrancelhas, Editor Gráfico, Especialização Técnica em Instrumentação Cirúrgica, Excel Básico e Avançado, Faturamento Médico Hospitalar, Faturista, Garçom, Maitrê, Manicure e Pedicure, Manutenção de Notebook, Montador e Reparador de Computadores, Operador de Computador, Organizador de Eventos, Padeiro, Recepção em Serviços de Saúde, Recepcionista em Meios de Hospedagem, Recepcionista em Serviços de Saúde, Salgadeiro, Segurança na Manipulação de Alimentos, Sushiman, Técnicas Avançadas em Química Capilar, Técnicas para Camareira Hospitalar, Técnicas para Concierge, Técnicas para Governança em Meios de Hospedagem, Técnicas para Pizzaiolo, Técnico em Contabilidade, Técnico em Design de Interiores, Técnico em Farmácia, Técnico em Nutrição e Dietética, Técnico em Podologia, Técnico em Segurança do Trabalho e Web Designer.

Mais informações podem ser obtidas pelo endereço eletrônico www.senacdf.com.br, em uma das unidades do Senac-DF: 903 Sul, Ceilândia, Gama, Jessé Freire, Sobradinho, Taguatinga e Tecnologia do Turismo e Hospitalidade – ou pelo Tele Senac: 3313-8877.



Por Silvia Melo

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Abrigo de Sobradinho desiste de mudança após abaixo-assinado de moradores



Casa Santo André ia se mudar da quadra 13 para a 2 em Sobradinho.
Moradores dizem que atendidos pela instituição levariam violência para rua.

Uma casa de acolhimento que atua em Sobradinho, no Distrito Federal, desistiu de mudar de endereço, da quadra 13 para a 2, após um protesto de moradores do local onde ela se instalaria. Eles entregaram para a administração regional um abaixo-assinado com a participação de mais de cem pessoas contra a mudança, alegando um possível aumento da violência.

A Casa Santo André funciona na quadra 13 há cerca de dois anos e conta com outras unidades na capital. Ela oferece hospedagem para 25 pessoas desabrigadas. A instituição ajuda na busca por um emprego, no apoio para tratamentos de saúde e na emissão de documentos, por exemplo. Ela nega trabalhar com menores de idade, dependentes químicos e infratores. Antes de serem aceitos, os acolhidos passam por uma triagem.

O jornalista Rogério Brandão, com residência na quadra 2, disse que a oposição foi fomentada após vizinhos do atual endereço relatarem uma sensação de falta de segurança. "Tem roubo e eles invadem as casas pedindo comida."

A secretária executiva Viviane Serra, também residente da quadra 2, falou que os moradores da quadra 13 relatam uma diminuição na liberdade de ir e vir e arranhões em carros causados por pessoas que rondam a região devido à casa de acolhimento.

"Conhecemos todo mundo da nossa rua. Fazemos festa junina e bazar das costureiras que trabalham aqui. Os moradores de rua ficam perto da Santo André. Aqui ainda é perto da Vila Dnocs, então temos medo de que crie um elo e um ponto de droga", disse.

Apesar de ser contrária à mudança, Viviane elogiou o projeto. "É muito bonito e necessário para a sociedade. Só teria de ter um espaço mais preparado para isso. A casa é a única alugada na rua e é velha e antiga. Os antigos moradores dela, que trabalham na Santo André, falaram que tem paredes rachadas e muita infiltração."

O coordenador da instituição, Cleven Rodrigues, afirmou que a mudança precisa ser feita com o apoio da população e nega as ocorrências. "Não adianta não ter o suporte do pessoal. Agora, tudo isso aí de invadir casas e dos moradores da quadra 13 serem contra é mentira. Posso afirmar com certeza. Inclusive, contamos com o apoio deles. Ajudam e fazem doações."

O 13º Batalhão de Polícia Militar, responsável pela região, disse que não tem registro de maior incidência de ocorrências que possam ser relacionadas à localização da Casa Santo André. O governo informou que a associação é regular e nunca chegou a receber um alvará de funcionamento dela para o novo espaço. Mesmo que uma autorização fosse pedida, ela seria negada, pois a área é residencial, afirmou.
  

Por Luciana Amaral do G1 DF

SEGURANÇA: GTOP-33 APREENDE MENOR POR ROUBO EM SOBRADINHO E APREENDE ARMA DE FOGO.



Por volta das 20h de quarta-feira, 27/05, policiais militares do Grupo Tático Operacional de Sobradinho apreenderam um menor de 16 anos pelo ato infracional análogo ao crime de roubo. Com ele foi apreendido um revólver calibre 32, sem munição e um celular, pertencente a uma vítima de roubo.

A equipe Bravo do GTOP-33 composta pelo sargento Trajano, cabo Alysson Xavier e soldado A. Freitas foi acionada pelo Rádio Operador do 13º Batalhão para atender uma ocorrência de roubo nas entre quadras 06/08, onde três indivíduos, um deles armado com uma arma de fogo, teriam praticado um roubo a transeunte e roubado um celular Iphone da vítima.

Os policias, com as características dos suspeitos, realizaram patrulhamento nas proximidades de onde teria ocorrido o roubo e deparou com um indivíduo nas entre quadras 08/10, com as características semelhantes de um dos suspeitos e realizaram a abordagem.

Com o suspeito, os policiais localizaram um revólver calibre 32, sem munição e uma pequena quantidade de maconha. Ele foi conduzido à DCA, reconhecido pela a vítima de roubo e autuado em flagrante pelo ato infracional análogo ao crime de roubo.


Por Claudio Martins/ blog Informativo Flagrante

HOMEM EM PRISÃO DOMICILIAR É PRESO POR TRÁFICO DE DROGAS NA AR 08 DE SOBRADINHO II.



Por volta das 17h30 de quarta-feira, 27/05, policiais civis da Seção de Repressão às Drogas da 35ª Delegacia de Polícia prenderam em flagrante pelo crime de tráfico de drogas, Washington de Menezes Gonçalo, 33 anos. Ele foi preso com 20 pedras de crack, no conjunto 02 da AR 08 de Sobradinho II, após vender uma porção da droga para um usuário e ser flagrado pela equipe que realizava campana na localidade.

Os policiais da SRD receberam uma informação de que Washington estava praticando a traficância de drogas no conjunto 02 da AR 08 de Sobradinho II e montaram uma campana a fim de prender o suspeito. Em certo momento um usuário de drogas se aproxima de Washington e compra uma pedra de crack. A equipe aborda o usuário e apreende a droga. Em ato continuo Washington também é abordado e com ele os policiais localizaram uma trouxinha de cor azul, contendo 20 pedras de crack no interior, um saco plástico transparente com três porções de maconha e a quantia de R$120,00 em dinheiro.

Washington, que estava em prisão domiciliar pelo crime de porte ilegal de arma de fogo, foi preso, conduzido à 35ª Delegacia de Polícia e autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.





Por Claudio Martins/ blog Informativo Flagrante

terça-feira, 26 de maio de 2015

CONVITE AOS SOBRADINHENSES


Dr. Michel critica descumprimento de lei dos conselheiros




Os deputados não são palhaços. A afirmação é do deputado distrital Dr. Michel (PP), ao usar a tribuna para desabafar sua indignação com o descumprimento da Lei 5.482/2015 aprovada por unanimidade em Plenário, sancionada e publicada pelo Executivo, que garante que cada eleitor possa votar em até cinco candidatos, por zona eleitoral, para a eleição dos conselhos tutelares.

O que causou a indignação do distrital foi a publicação do edital que disciplina as eleições com regras diferentes das aprovadas na lei que foi publicada no mesmo dia 15 de maio. Pelo edital, cada eleitor só poderá votar em um candidato ao conselho tutelar.
Dr. Michel considera essa atitude do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente – CDCA/DF, uma das maiores ofensas ao estado democrático quando um conselho, sem nenhuma representatividade popular vem de público, por meio de edital, descumprir uma lei votada e aprovada pela Câmara Legislativa e sancionada pelo governador.

Para o parlamentar, a solução é o governador cancelar o edital e lançar outro dentro das normas legais previstas em lei que ele próprio sancionou. Ao se dirigir às dezenas de pessoas que lotavam a galeria da CLDF, o distrital reafirmou que “esse edital deve ser coisa de gnomo” e disse ter certeza de que as medidas necessárias para corrigir esse imenso desrespeito ao legislativo local serão tomadas.


Fonte:  Ana Paula Cortes

Obras do terminal rodoviário de Sobradinho serão iniciadas




Em reunião na Secretaria de Estado de Mobilidade do Distrito Federal, administradores regionais receberam a notícia da aprovação de projetos para a realização de obras para a reforma e ampliação de Terminais Rodoviários em regiões do Distrito Federal pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Sobradinho já tem o projeto urbanístico definido e com data de início prevista para julho deste ano. O novo espaço proporcionará melhorias para os trabalhadores e usuários do transporte público da cidade.

Nas próximas semanas, o administrador regional de Sobradinho, Divino Sales, e sua equipe de trabalho vão se reunir com a Unidade Especial de Gerenciamento do Programa de Transporte Urbano da Secretaria de Mobilidade para acertar detalhes da execução do projeto.



Fonte: Érica Ianuck Léda

Moradores de Sobradinho se unem contra abrigo para menor infrator





Muitos estão revoltados, pois alegam que a instalação cessará a liberdade que possuem e não poderão mais ficar na porta de casa para conversar nem as crianças não poderão mais brincar


(*) Ingrid Soares


Moradores da Quadra 2 de Sobradinho I têm reclamado sobre a possível mudança de uma casa de passagem para menores infratores e adultos da Quadra 13 para a região. Muitos estão revoltados, pois alegam que a instalação cessará a liberdade que possuem e não poderão mais ficar na porta de casa para conversar nem as crianças não poderão mais brincar.

A preocupação maior dos moradores é a de que a mudança atraia desordem. Eles protocolaram, ontem, junto à administração, um pedido de reunião e levaram um abaixo-assinado com 300 assinaturas. A maioria defende que o abrigo deveria ser implementado em áreas rurais, mais afastadas da cidade.

O aposentado Hermes Ferreira de Sousa, 66 anos, afirma não confiar no trabalho oferecido pela instituição: “Nos sentimos inseguros porque não temos boas referências. Conversamos com os moradores da outra quadra e eles relataram experiências ruins. Não queremos que venha para cá”, disse.

O morador Daniel Belota Pinheiro, 37 anos, tem três filhos e conta que a casa que será utilizada pelo abrigo passa por reforma. Para ele, a quadra é um local tranquilo e de boa vizinhança: “Todo mundo se conhece e cuidamos uns dos outros como uma família. Não queremos mandar na rua, mas ao menos eles têm que ter um controle de quem entra e ver se são pessoas de bem”.

Desconfiança

Gisleine Lira de Oliveira, 47 anos, cuida do pai idoso, com Alzheimer. Ela conta que se preocupa porque ele tem crises de esquecimento, entra na casa dos vizinhos achando que é a sua, oferece café para desconhecidos e os convida para entrar. “Não é discriminação. Achamos importante ajudar o próximo. Mas ficamos com o pé atrás, pois não sabemos a procedência dessas pessoas”, argumenta.

Fundada há dez anos, em 2013, a Casa Santo André foi convidada a executar o programa Cidade Acolhedora, em convênio com o GDF. Por meio do serviço, a instituição orienta e acompanha famílias e indivíduos em situação de rua, oferece reinserção familiar e trabalhista e retorno ao estado de origem. A entidade tem várias unidades no DF, como em Sobradinho, Ceilândia e Gama.

Abordagem e triagem

Auxiliar administrativo da Casa Santo André, Reginaldo dos Reis explica que a instituição aborda as pessoas em Kombis e oferece moradia, alimentação, atendimento médico e odontológico. Ele diz que, ao aceitar, a pessoa passa por uma triagem feita por psicólogos e assistentes sociais e é encaminhada a uma das unidades.

Reginaldo revela que muitos acolhidos demonstram desejo de mudança e permanecem por até 90 dias até poderem se rearranjar. A casa também ajuda na obtenção de novos documentos.

A equipe também conta com psicólogo, assistente social, cozinheira, auxiliar de cozinha e dez orientadores sociais. Apesar de não ter uma data definida para a mudança, o local não atende a demanda. Com a fusão das duas casas, o serviço será agilizado e, ao todo, serão 50 acolhidos com acompanhamento 24 horas por dia.

Reginaldo conta que, em momentos de mudança como esse, sempre há um choque inicial. “Contamos com a colaboração de todos para realocarmos essas pessoas na sociedade. A área alugada é maior e o conforto também. Deixem de pensar que trabalhamos com ladrões e drogados. Temos muitas histórias de sucesso. Venham e procurem conhecer o nosso trabalho”, pede.

Para ele, por se tratar de uma casa de passagem, ela deve estar inserida na sociedade, pois necessita de serviços básicos, como transporte, saúde e educação.

Secretaria

Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs), a mudança de local se deve ao novo endereço ser mais adequado para o serviço. “O objetivo é promover, de forma qualificada e personalizada, a construção conjunta com o usuário do seu processo de saída das ruas, com dignidade e respeito.”


(*) Fonte: Ingrid Soares / Jornal de Brasília

Academia em Sobradinho é referência em modelo de gestão




Top Body possui máquinas de última geração, vários professores e um programa diferencial de outras empresas, o PFO


Inaugurada há dois anos e meio, a academia Top Body, localizada na entrada do Grande Colorado, em Sobradinho, possui três pavimentos, máquinas de última geração, 11 professores e um programa diferencial de outras academias, o PFO (Programa Foco no Objetivo). Em pouco tempo de funcionamento, ela se tornou referência em modelo de gestão, tanto que o ex-comandante da PM (Polícia Militar) da região e dono da instituição, coronel Charles Magalhães, foi convidado a dar uma palestra na UnB (Universidade de Brasília) aos alunos do curso de Administração para falar sobre o tema.

Coronel Charles Magalhães (foto) é ex-comandante da PM (Polícia Militar) da região e dono da Academia Top Body
Segundo o empresário, que comandou a PM de Sobradinho no ano de 2005 e é professor de Educação Física, o convite em dar a palestra ocorreu devido ao sucesso que essa ferramenta lhe proporcionou e que atualmente tem sido adotada no planejamento estratégico de diversas empresas. “Nossos diferenciais consistem no planejamento estratégico e na gestão, pois a gente trabalha com identificadores de avaliação de resultados”.

O PFO começou a ser adotado na Top Body a partir de fevereiro deste ano e ele consegue dar um retorno à academia sobre seus serviços oferecidos. “Se um aluno quer ganhar massa muscular, eu tenho de comprovar para ele que ele vai ter. Temos de trabalhar dentro de um objetivo”. O professor de Educação Física conta que a sua pós-graduação na UnB em Fisiologia do Esforço o ajudou a montar o planejamento. “Trabalhei muito dentro da periodização e treinamento. Aí pensei, vou tratar os alunos como atletas. Isso é uma coisa que demanda tempo e dinheiro”. Coronel Charles Magalhães também explicou como funciona. “Logo no início, quando o aluno entra, é feita uma consulta de 40 a 50 minutos, em que se pergunta como está seu estado de saúde, tendência cardiopatia, histórico familiar, e outros. Monta-se uma periodização e de 30 a 40 dias a gente muda os treinos, mas sempre acompanhando”.



Além disso, a Top Body também se diferencia de diversas outras academias por outros motivos. Um deles é o pensamento na sustentabilidade. Em todos os bebedouros da unidade não se vê copos descartáveis, pois os alunos, desde o primeiro dia de aula, são conscientizados de que devem levar suas próprias garrafas. “Essa é uma mentalidade que eu criei, porque esses copos deterioram o meio ambiente. Além disso, toda a nossa iluminação é em LED”.

A iniciativa da instituição em trabalhar com a sustentabilidade é positiva na opinião de especialistas, como o professor, mestre e doutor em Hidrosedimentologia da UnB (Universidade de Brasília), Henrique Marinho Chaves. De acordo com ele, a utilização de lâmpadas LED reduz entre 30% e 40% o consumo de energia e isso acarreta em menos uso de água. “As lâmpadas de LED são mais eficientes do que as normais e elas reduzem uma grande demanda de água, já que 80% da matriz energética brasileira é de origem hidráulica”.



No que diz respeito ao não uso de copos descartáveis, Chaves diz que é com pequenas ações como esta que se consegue uma grande melhoria na natureza. “A iniciativa dessa academia consegue uma pequena diminuição de impacto nos aterros sanitários, uma vez que a média de tempo para que esse material se recicle no meio ambiente é de 100 anos, segundo estudos feitos”, informou o professor da UnB.

A Top Body tem 17 modalidades e conta atualmente com cerca de 900 alunos. O valor mais baixo é de R$ 105 e o local tem convênio com o restaurante SubWay, em que os alunos possuem 20% de desconto nos lanches. Apesar de estar em funcionamento há dois anos e meio, a meta empresarial é inaugurar mais duas unidades. “Daqui dois anos e meio nós queremos estar com uma no Paranoá e outra em São Sebastião”, anunciou o coronel Charles.



Os três pavimentos da academia foram divididos da seguinte maneira: no primeiro pavimento estão os equipamentos que trabalham com as pernas, no segundo, os voltados aos membros superiores e no terceiro pavimento é onde acontecem aulas coletivas.

Preferência pela Top Body

Recentemente, a unidade fechou parceria com a escola de idiomas Wizard, do Grande Colorado. "Os alunos de lá têm de 30% a 40% de desconto para malhar aqui e nossos alunos têm de 30% a 40% para fazer um curso de linguas lá", comemorou o professor de Educação Física. Segundo Charles Magalhães, um dos planos que futuramente pode vir a ser concretizado pela academia é a realização de ações sociais gratuitas, como, por exemplo, aulas de luta a jovens de famílias de baixa renda. "Com isso, a gente poderá contribuir para que essas crianças não se envolvam com drogas no futuro".


O fato de a Top Body trabalhar com 11 professores faz com que esses profissionais deem atenção especial aos alunos. E esse é um diferencial que atrai as pessoas. Foi o que estimulou o estudante Vinicius Abjaude, de 22 anos, a se matricular na academia. " O acompanhamento que eles nos dão é muito bom. Eu malho aqui há quase dois meses e me sinto satisfeito. Além disso, a estrutura foi muito importante para  a minha decisão. Sem falar nos equipamentos, que são todos novos". 



Outro aspecto que influencia na procura por uma academia de qualidade é o ambiente e as pessoas que nela colaboram. Segundo Charles Magalhães, além dele, sua mulher e seus dois filhos também trabalham no local. “Percebi que os alunos querem se sentir em um ambiente familiar e respeitado. Aqui eles encontram isso. Minha mulher é diretora administrativa, meu filho é diretor de vendas e meu outro filho, diretor financeiro”. Para a cantora e aluna da academia Dani Machado, de 35 anos, a Top Body é a melhor academia do Grande Colorado. “Em relação a equipamento, grade horária, modalidades, estrutura e tudo mais, ela é sem dúvida a melhor”.

A cobrança dos atestados médicos e a seriedade como o trabalho é feito já fez a academia perder alunos. “Os atestados médicos são muito importantes e têm validade de um ano. Nós estamos sempre cobrando dos alunos. Quando, por exemplo, eles ficam devendo este documento, não conseguem passar pela catraca, que o avisa de trazê-lo”, advertiu Charles.

Na avaliação do morador do Grande Colorado e aluno da Top Body Alessandro Neves, de 45 anos, a organização que há na instituição é bem elaborada e bem planejada. “Uma academia séria tem de ser desse jeito. Voltei a malhar há um mês e gosto daqui”.

Quem deseja conhecer a instituição, pode ir à academia que está localizada no endereço Condomínio Jardim Europa, Quadra 1, Conjunto A, Loja 15, entrada do Grande Colorado, em Sobradinho. Os telefones para contato são: (61) 3879-1025 ou 3877-1025. Além disso, o site da Top Body é www.topbodyacademia.com.br 


Por Higor Sousa/JS - Fotos Júnior Nobre/JS

JÁ NAS BANCAS E REVISTARIAS DA CIDADE SERRANA E REGIÃO NORTE DO DF

EM CIRCULAÇÃO...


Bolsas de estudo para segundo semestre de 2015 estão disponíveis em Sobradinho





Estão abertas as inscrições para o Educa Mais Brasil, programa de inclusão educacional que disponibiliza bolsas de estudos de até 70% para estudantes que não têm condições de pagar o valor integral da mensalidade em instituições de ensino particulares. No Distrito Federal estão sendo ofertadas mais de 18 mil vagas para o segundo semestre de 2015, distribuídas entre instituições de ensino de 13 municípios. Em Sobradinho há oportunidades para Ensino Básico e Graduação.

Os candidatos às vagas podem escolher entre os cursos disponíveis no site. “Ao conceder bolsas de estudo em diversas etapas do ensino, contribuímos para a capacitação de profissionais e por consequência de uma mão de obra qualificada. Esses profissionais certamente terão mais condições de colaborar para o crescimento econômico-social do país”, afirma Andréia Torres, Diretora de Expansão e Relacionamento do Educa Mais Brasil.


Para conseguir o benefício, o candidato deverá acessar a página oficial do programa www.educamaisbrasil.com.br e realizar a inscrição. Mais informações podem ser adquiridas na central de atendimento: Capitais e regiões metropolitanas 4007-2020 e demais localidades 0800 724 7202.

INFORME PUBLICITÁRIO: CLÍNICA SANTA CLARA


segunda-feira, 25 de maio de 2015

VANDALISMO

 Tem exatos 5 dias que derrubaram um orelhão na Quadra 17 CL 16 e desde então o mesmo encontra-se jogado sem que qualquer órgão faça o recolhimento do aparelho que leva a logomarca da OI. Com a PALAVRA as autoridades competentes.



Baile da cidade celebra 55 anos de Sobradinho



O Colégio La Salle recebeu mais de 800 pessoas, na noite deste sábado (23), para a realização do tradicional baile da cidade em comemoração aos 55 anos de Sobradinho.

Na decoração da festa, estavam fotos de momentos marcantes da cidade serrana desde o período de fundação da cidade até agora. O governador Rodrigo Rollemberg apareceu em fotos tiradas no período que exercia cargos no legislativo acompanhando as atividades do executivo em Sobradinho.

Moradores da cidade e autoridades compareceram ao evento e prestigiaram a apresentação da banda Squema Seis.

A programação do 55º aniversário de Sobradinho continua até o dia 31 de maio.













Por Érica Ianuck Léda/ Fotos: João Timóteo

ROUBOU PULOU O MURO DE HOSPITAL E FOI PRESO



(*) Jairo Souza

Um homem foi preso após assaltar uma senhora e pular o muro do Hospital Regional de Sobradinho (HRS). O roubo foi as 08h50 deste domingo (24), na Quadra 8/10. O suspeito abordou a vítima com uma faca e roubou o celular. Por volta das 11h30, a mulher reconheceu o autor do crime e ele tentou fugir. Em fuga, pulou o muro do hospital e foi preso pelo sargento Tertuliano. O preso foi conduzido à 13ª DP e autuado em flagrante.


(*) Por Jairo Souza/PMDF

MOTO É RECUPERADA EM SOBRADINHO II



(*) Amilton Pereira Luz

Policiais militares 13º Batalhão recuperam motocicleta roubada em Sobradinho II neste domingo (24). A equipe composta pelos soldados Gomes Souza e Fernanda Pires, estava em patrulhamento nesta manhã na AR 06 Conjunto 04 via pública próximo ao matagal, avistou uma motocicleta CG 150 Titan de cor laranja abandonada. Diante da situação foi feita a pesquisa junto ao Central Integrada de Atendimento e Despacho (CIADe) e constatou que se tratava de produto de roubo.

Localizado o proprietário e conduzido o veículo à 35ª DP para registro de ocorrência.


(*) Por Amilton Pereira Luz/PMDF

EX FUNCIONÁRIO DE MERCADO É PRESO POR FURTO



(*) Jairo Souza

Um ex funcionário de um mercado foi preso após furtar uma bicicleta do local onde trabalhava. O estabelecimento comercial fica localizado no Condomínio Buritis, Rua 2, lote 36, Sobradinho II. O suspeito foi preso pela polícia militar na Rua 7, quando tentava fugir com o produto do crime. Ele foi conduzido à 35ª DP e autuado em flagrante. A bicicleta foi devolvida ao proprietário.


(*) Fonte Jairo Souza/PMDF