Pesquise neste blog

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

LANÇAMENTO DE LIVRO: A desbussolização da humanidade



Em seu 31º livro - com prefácio assinado por Domenico De Masi-, Cristovam Buarque analisa os erros do sucesso da civilização. Aos 70 anos, é defensor ferrenho da federalização da Educação, professor emérito da Universidade de Brasília (UnB), onde leciona, e ainda encontra tempo para transformar seus textos em obras que ganham repercussão dentro e fora do Brasil


Conhecido como o “Senador da Educação” e o “Pai do Bolsa Escola”, projeto que inspirou outros programas sociais, Cristovam Buarque tem um lado pouco conhecido do público que o vê engravatado nas sessões do Congresso Nacional, em Brasília. Além de professor, cargo que exerce com muito orgulho aos 70 anos de idade, Buarque é escritor. Já publicou mais de 30 livros nos últimos 30 anos. No próximo dia 04 de fevereiro, ele lança, no Carpe Diem, em Brasília, o seu 31º livro: “O Erro do Sucesso” (Ed Garamond), com prefácio assinado por Domenico De Masi. No dia 06 de fevereiro será a vez de Cuiabá (MT) receber a noite de autógrafos.

Cristovam, engenheiro mecânico formado pela Universidade Federal de Pernambuco, em 1966, e Doutor em Economia, pela Sorbonne, Paris, em 1973, também é conhecido como “senador das utopias”. Quer revolucionar o mundo por meio da Educação. Em seu novo livro, uma coleção de ensaios escritos em diferentes épocas que serviu de base para palestras entre 1986 e 2013 e proferidas em várias partes do mundo, o autor aponta os erros do sucesso da evolução humana, rabisca a encruzilhada em que se encontra a humanidade e aponta o desafio de um Novo Humanismo que poderia reorganizar a evolução humana visando o futuro.

“– Nessa jornada, Cristovam enfrenta os mesmos obstáculos que eu também tenho que enfrentar: a desorientação da civilização na passagem do século XX para XXI, o medo, a crise, a dificuldade de projetar o futuro. E nós dois estamos à procura de uma solução, que para Cristovam é o Novo Humanismo futuro e para mim é um novo modelo de vida (pag.15)”, escreve De Masi no prefácio de Os Erros do Sucesso.

Em seus estudos, Cristovam Buarque se caracterizou pela coerência, ética, rigor e imaginação. Ao longo de seus anos de trabalho e livros, ele se transformou em um paradigma do economista comprometido com o social e conhecido por criar soluções criativas aos problemas sociais no Brasil e no mundo. Durante seu mandato de governador do Distrito Federal (1995 a 1998) conseguiu transformar estas ideias  em programas de sucesso nacional e internacional. Ficou conhecido em sua gestão como o administrador que cumpriu seu compromisso com a inclusão social e capaz de transformar em lei aquilo que havia escrito.
Livros sempre fizeram parte de sua vida. Desde muito cedo, tomou o gosto pela leitura. Anos depois, em 2003, quando Ministro da Educação, implantou o Programa do Livro Didático para o Ensino Médio. Distribuiu acervo de obras para 20 mil escolas e iniciou o Programa Biblioteca do Professor, atendendo a escolha de mais de 724 mil professores de todo o Brasil.

Todavia o escritor Cristovam, ao contrário do que se pode pensar, é autor de livros de ficção que fogem da temática de seus textos, discursos e área de atuação. Dentre suas obras, “Astrícia” e “Os Deuses Subterrâneos” são as que tiveram melhor receptividade por parte dos leitores, acredita o autor. Coincidentemente são também os que mais lhe deram satisfação em escrever. “A Desordem do Progresso - O fim da era dos economistas”, por sua vez, é um livro que Cristovam tem bastante apreço porque foi um texto pioneiro, escrito há aproximadamente 30 anos, quando não se falava em crise ecológica, nem no desnorteamento do pensamento econômico. “A Cortina de Ouro” também é outra obra com ideias antecipatórias.

Mais sobre o autor

É professor da Universidade de Brasília (UnB). Foi funcionário do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no período de 1973 a 1979, em Washington; Reitor da UnB, no período 1985-1989; Governador do Distrito Federal entre 1995 e 1998; e Ministro da Educação em 2003. Foi candidato a Presidência da República nas eleições de 2006, com uma campanha educacionista. É Senador da República pelo Distrito Federal desde 2003, mandato para o qual foi reeleito em 2010. No Senado presidiu as Comissões de Direitos Humanos, a Comissão de Relações Exteriores e a Comissão de Educação. Atualmente é membro do Conselho Consultivo do Relatório de Desenvolvimento Humano (PNUD), Vice-Presidente do Conselho da Universidade das Nações Unidas (UNU), membro da Academia Real de Ciências, Letras e Belas Artes da Bélgica e membro conselheiro do Clube de Roma. Recentemente recebeu o título de professor Emérito da Universidade de Brasília.  No Senado Federal, é membro titular das Comissões de Economia, Senado do Futuro, Educação, Projeto Jovem Senador e Direitos Humanos e Participação Legislativa. É titular das Subcomissões de Temas Estruturais e de Longo Prazo da Economia Brasileira e da CTEDUC, destinada a debater e propor soluções para o financiamento da educação no Brasil, das quais é relator. É relator da Sugestão 8, apresentada pela sociedade via internet e acatada pelo Senado Federal, após 20 mil assinaturas, que prevê o uso da maconha para fins medicinais, recreativos e industriais.

Em 1999, dividiu seu tempo entre os cursos da UnB, seus escritos e a Organização Não Governamental Missão Criança, fundada por ele, para promover a ideia da Bolsa Escola no Brasil e no exterior, que manteve famílias com Bolsa Escola financiada com recursos privados, no Brasil, países da América Latina e África. A Missão Criança pode ser considerada uma das raras ONGs que pode ser extinta por seu êxito, na medida em que a Bolsa Escola se espalhou pelo Brasil e mundo.

Foi Consultor de diversos organismos nacionais e internacionais dentro da família das Nações Unidas. Foi Presidente do Conselho da Universidade para a Paz das Nações Unidas, em San Jose, membro do Conselho Presidencial para a Elaboração de uma proposta de Constituição, e da Comissão Presidencial para a Alimentação.

Entre as diversas soluções criadas pelo professor Cristovam e implantada pelo governador Cristovam, a mais conhecida no Brasil e no Exterior é a Bolsa Escola, o pagamento de um valor à família pobre para que seus filhos estudem que está fazendo uma revolução na educação e na luta contra a desigualdade social em todo o mundo.

No Senado, é autor de mais de cem projetos de lei, dentre os quais 15 já se transformaram em leis, tais como, instituição de um piso salarial nacional para os professores e a redução de pena para presos que utilizarem o tempo estudando, disponibilidade de vagas nas escolas para crianças a partir dos 4 anos, a nacionalização do ensino médio, envio de informações escolares aos pais e/ou responsáveis.

Quando Ministro da Educação, em 2003, o MEC implantou o Programa do Livro Didático para o Ensino Médio. Distribuiu acervo de livros para 20 mil escolas e iniciou o Programa Biblioteca do Professor, atendendo a escolha de mais de 724 mil professores de todo o Brasil.

Foi candidato a Presidência da República nas eleições de 2006. Ao longo de sua carreira publicou mais de 30 livros, alguns deles com edições no exterior. Escreveu mais de 1.000 artigos, mantendo há décadas colunas regulares em jornais nacionais e no exterior, além de dezenas de publicações em revistas impressas e eletrônicas.

Como reitor iniciou as reformas que levaram a Universidade de Brasília na direção de uma estrutura tridimensional, graças a multidisciplinaridade. Quando Reitor Idealizou e criou o Centro de Desenvolvimento Sustentável (CDS), onde lecionou por 20 anos no Departamento de Economia.

Atualmente, cumpre o seu segundo mandato como Senador da República pelo Distrito Federal e é responsável pela criação da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Federalização da Educação, entre outras no âmbito do Congresso Nacional.

Serviço:

Título: O Erro do Sucesso
Autor: Cristovam Buarque
Editora: Garamond
Número de páginas: 254
Preço sugerido: R$ 49
Onde comprar: livrarias e pelo site http://bit.ly/1Fsq74G
Calendário Lançamento:
04/02/15 - Lançamento Brasília – Carpe Diem, 104 Sul – a partir das 19h30
06/02/15 - Lançamento Cuiabá – Livraria Janina Pantanal Shopping – a partir das 19h.  End: Av Historiador Rubens de Mendonça, 3300. Pantanal Shopping.

LISTA DE LIVROS DO SENADOR CRISTOVAM BUARQUE – 1984-2014

1.     Lua solitária. Editora. Brasília: Editora  Liber Livro, 2014.
2.     A Universidade na Encruzilhada. São Paulo: Editora UNESP, 2014.
3.     A Rebelião das Bicicletas e outras Histórias. Rio de Janeiro: Garamond, 2013.
4.     Bolsa-Escola - história, teoria e utopia. Brasília: Editoras Líder e Thesarus, 2013. Bolsa-Escola - history, theory and utopia. Brasília: Thesarus, 2013
5.     Desafios à Humanidade – perguntas para a Rio+20 / Challenges to humankind – questions for Rio+20. Edição Bilíngue. Curitiba: Editora IBPEX, 2012.
6.     The End of Economics – Ethics and the Disorder of ProgressBrasília: Editora Thesaurus, 2012.
7.     Da Ética à Ética - minhas dúvidas sobre a ciência econômica. Curitiba: Editora Ibpex, 2010 (texto original de 1993)
8.     A Borboleta Azul. Rio de Janeiro: Editora Record Ltda, 2008 p.31.
9.     O que é educacionismo. São Paulo: Brasiliense, 2008.
10.  A Refundação da Universidade (Série Grandes Depoimentos). São Paulo: ABMES Editora, 2005.
11.  Astrícia. São Paulo: Geração Editorial, 2004. / Astricia – the man who dribbled time. Brasília: Thesaurus, 2009.
12.  Foto de uma conversa. São Paulo: Paz e Terra, 2007.
13. Abolishing Poverty - a proposal for the eradication of poverty in Brazil. Brasília: Senado Federal, 2005.
14. O Berço da Desigualdade. Brasília: Unesco, 2005.
15. Um Livro de Perguntas. Rio de Janeiro: Garamond, 2003. / Un libro de preguntas. Caracas: Lithomundo, 2007.
16. Os Instrangeiros - A aventura da opinião na fronteira dos séculos. Rio de Janeiro: Garamond, 2002.
17.  Admirável mundo atual - dicionário pessoal dos horrores e esperanças do mundo globalizadoSão Paulo: Editora Geração Editorial, 2001. / Un Nuevo Mundo Feliz – diccionario personal de los horrores y las esperanzas del mundo globalizadoBarcelona: Editora Taurus, 2010.
18. A Segunda Abolição - um manifesto-proposta para a erradicação da pobreza no Brasil. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1999.
19. Os Tigres Assustados - uma viagem pela fronteira dos séculos. Rio de Janeiro: Rosa dos Ventos, 1999.
20.A Ressurreição do General Sanchez. São Paulo : Geração, 1997.
21. O Tesouro na Rua - Uma Aventura pela História Econômica do Brasil. Rio de Janeiro: Artes e Contos, 1995.
22.  A Cortina de Ouro - os sustos do final do século e um sonho para o seguinteSão Paulo: Editora Paz e Terra, 1994. / La Cortina de Oro - los temores del nuevo milenio y un sueño para realizar. Buenos Aires: Lumen SRL, 2005. / The Gold Curtain - the shocks of the end twentieth century and a dream for the twenty-first. Brasília: Senado Federal, 2007.
23. Os Deuses Subterrâneos – uma fábula pós-moderna. Rio de Janeiro: Record, 1994. / The Subterranean Gods. Brasília: Editora Thesaurus, 2009.
24.  A Revolução nas Prioridades - da modernidade-técnica à modernidade-ética. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1993.
25.   O que é Apartação - o apartheid social no Brasil, Volume 278 da Coleção Primeiros Passos. São Paulo: Editora Brasiliense, 1993.
26.  A Revolução na Esquerda e a Invenção do Brasil. São Paulo: Paz e Terra, 1992.
27.  A Desordem do Progresso - o fim da era dos economistas e a construção do futuro. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.
28.   O Colapso da Modernidade Brasileira - e uma proposta alternativa. São Paulo : Paz e Terra, 1991.
29.   A Eleição do Ditador. São Paulo: Paz e Terra, 1988.

30. Avaliação Econômica de Projetos. Rio de Janeiro: Campus, 1984.

Nenhum comentário: