Pesquise neste blog

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

AÇÃO SOCIAL: No DF, desfile arrecada dinheiro para compra de 62 próteses mamárias Itens serão doados a pacientes do Hospital Regional de Sobradinho.




Lei determina que retirada da mama ocorra seguida do implante.

O Hospital Regional de Sobradinho, no Distrito Federal, vai ganhar 62 próteses mamárias para atender vítimas de câncer que aguardam por uma cirurgia de reconstituição da mama. O material será doado por meio de uma parceria do Instituto de Cultura Brasileira com uma marca de roupas, que arrecadou dinheiro com um desfile de moda nesta quarta-feira (12).

De acordo com a presidente do instituto, Carmen Minuzzi, o hospital foi escolhido por estar em uma região carente e ter um grande número de pacientes à espera do procedimento. O número, segundo a Secretaria de Saúde, chega a 84.

Desde a sanção da Lei Federal nº 12.802 em 2013, o SUS passou a ser obrigado a fazer a mastectomia — retirada da mama — seguida do implante. O diretor-técnico do hospital, Manoel Luiz Neto, explica que muitas vezes, porém, não é possível realizar os dois procedimentos de uma só vez, já que algumas pacientes apresentam demandas ou complicações, como a necessidade de expandir a pele para a segunda intervenção.

O câncer de mama é uma das doenças que mais atingem as mulheres em todo o mundo. O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estimou para o biênio 2014-2015 aproximadamente 57.120 mil novos casos no Brasil. De acordo com a instituição, o risco é de 56 a cada 100 mil mulheres.

Em Brasília, além do Hospital Regional de Sobradinho, os hospitais de Base e os regionais da Asa Norte e de Santa Maria oferecem os dois procedimentos cirúrgicos.


Fonte G1/DF

Nenhum comentário: