Pesquise neste blog

Secretaria de Estado da Casa Civil - DF

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

BOLETIM DE OCORRÊNCIA NA REGIÃO NORTE DO DF – SOBRADINHO I – CONDOMÍNIO IMPÉRIO DOS NOBRES


Criminosos fazem arrastão em condomínio de Sobradinho I

(*) Douver Barros


Divulgação/Paranoazinho
Três casas do condomínio Império dos Nobres, em Sobradinho I, foram invadidas por um grupo de cinco criminosos, por volta da 1h30 de terça-feira (3). Os suspeitos, um adolescente, três homens e uma mulher, estavam armados e com os rostos cobertos por uma máscara preta. Além das armas, eles apontavam lanternas nos olhos das vítimas para contê-las e amarrá-las em seguida. A guarita do condomínio não possui câmeras de segurança.

Os criminosos arrombaram a porta da cozinha para ter acesso ao interior da primeira casa. A família, um homem, sua esposa e os filhos de 11 meses e um ano estava na sala quando foi surpreendida pela presença dos invasores. Segundo o depoimento do morador para a Polícia Civil, ele foi rendido por um dos suspeitos com um pé no rosto, uma arma de fogo no ouvido e uma lanterna no olho. Um outro comparsa o amarrou com uma meia. A mulher não foi imobilizada por estar com o bebê no colo. Um dos suspeitos permaneceu na residência enquanto os outros foram invadir a casa vizinha.

Na segunda residência, um homem acordou assustado com uma lanterna acesa em seu rosto e uma arma apontada. Ele foi levado para o quarto dos pais, que também foram rendidos, colocados de bruços na cama e amarrados com um tecido. A vítima contou à polícia que os vizinhos da primeira residência invadida foram levados para sua casa. Eles ainda questionaram onde residia um suposto policial, o que deu entender que eles já conheciam quem morava naquela região.

Terceira vítima
Quando amanheceu, por volta das 6h20, Roger (nome fictício) foi rendido por três suspeitos ao entrar em casa para levar os filhos de 13 e 15 anos para a escola, os quais já haviam sido imobilizados. Os criminosos determinaram que Roger deitasse no chão e confirmasse a informação de que seria policial. Ele negou, mas o assaltantes não acreditaram e afirmaram que, caso encontrassem alguma evidência de seu cargo, iria matá-lo naquele momento. Ele foi amarrado com os braços para trás, enquanto os suspeitos invadiam a residência.


Em depoimento à Polícia Civil, Roger afirmou que seu filho ouviu os suspeitos mencionando os nomes de João e Felipe e que eram do Sol Nascente. Os suspeitos ainda teriam discutido entre si para decidir se levariam ou não o carro de Roger. Ele não conseguiram levar o automóvel, mas acabaram roubando a chave. Cerca de dez minutos após a fuga dos assaltantes, o homem conseguiu soltar-se e libertar os filhos.

Investigação

Raphael Ribeiro/Cedoc

Segundo a Polícia Civil, os suspeitos fugiram de uma das casas deixando por lá o comparsa adolescente. Uma das vítimas ouviu o comentário de que o deixaria porque ele não tinha nada a perder, já que havia sido posto em liberdade havia 45 dias. O menor conseguiu fugir em seguida. As vítimas foram encaminhadas do Instituto Médico Legal (IML) e foi realizada perícia nas residências. Como todos os suspeitos estavam mascarados, não foi possível produzir retrato falado. O caso é investigado pela 13ª Delegacia de Polícia, em Sobradinho.

De acordo com levantamento da Secretaria de Segurança Pública e da Paz Social, roubos em residências tiveram aumento de 42,3% desde o início deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, quando houve 433 registros. Somente em agosto, a pasta contabilizou 84 ocorrências do tipo.

(*) Douver Barros/ Jornal de Brasilia

Nenhum comentário: